O #Benfica vendeu Bernardo Silva ao Mónaco, do ex-treinador do Sporting Leonardo Jardim, por 15,7 milhões de euros. A notícia foi divulgada de forma oficial em comunicado à CMVM. Bernardo Silva estava a jogar no clube da Liga francesa de #Futebol desde o início da época, tendo já efectuado 20 jogos oficiais, e com um golo apontado. Já pela equipa principal dos encarnados, Bernardo Silva jogou apenas 31 minutos, de acordo com o Maisfutebol. 


O negócio surpreende os adeptos benfiquistas, que praticamente não tinham tomado conhecimento de que o seu jogador estivesse a desempenhar tão bem em França ao ponto de o Mónaco desembolsar esta quantia considerável. Contudo, os bons resultados conseguidos pelo "Príncipe Bernardo" e a confiança que já estava a sentir no colectivo de Leonardo Jardim já tinham sido notícia por cá. Nas redes sociais, as opiniões divergem. Alguns adeptos referem que "esse jovem, com esse talento, talvez pudesse ter evoluído um pouco mais e valer mais dinheiro mais tarde." Mas a maioria preferia salientar o "negócio da China" por um jogador que quase não deu provas em Portugal. Muitos deixavam também elogios a Jorge Jesus, por continuar a fazer do Benfica um clube "exportador", e por conseguir vender por 15 milhões um jogador com o qual nem contava. "Carrega Benfica", "15 milhões para financiar o 34º", "Jesus é o maior dentro e fora de campo", eram outros comentários que se liam também no Facebook. Recorde-se que o presidente dos encarnados, Luís Filipe Vieira, havia indicado ao jornal A Bola no início do mês que, "se nada de anormal" acontecesse, Bernardo Silva iria regressar à Luz, juntamente com Cancelo e Ivan Cavaleiro.


Nascido em 1994, Bernardo Silva ingressou no Benfica em 2002 e até ao início da época não mais jogou por outro clube. Na época passada, fez 38 jogos pelo Benfica B e foi considerado uma das grandes revelações da temporada. Na selecção, Bernardo Silva fez 13 jogos nos sub-19, tendo apontado 2 golos, e 8 jogos nos sub-21, tendo apontado 5 golos.