Se todos os anos a lista dos três finalistas para a conquista Bola de Ouro causa polémica, este ano as escolhas foram naturais. Dois deles são uma máquina de fazer golos, e o terceiro é uma máquina em evitá-los. O argentino Lionel Messi, o português Cristiano Ronaldo e o alemão Manuel Neuer disputam hoje o mais importante prémio individual do #Futebol. Todos têm fortes argumentos, mas só um vai festejar. Conheça as razões e o porquê de cada um figurar nesta prestigiada lista final.

Lionel Messi

Messi não ganhou nada em termos colectivos, mas realizou uma época sólida e recheada de golos apontados, batendo mesmo vários recordes.

Publicidade
Publicidade

Finalista no Mundial do Brasil e eleito o melhor jogador da competição, o argentino já é uma presença habitual nestas cerimónias. Este ano ultrapassou a mítica marca de 251 golos de Telmo Zarra, tornando-se o melhor marcador de sempre da liga espanhola. Mas não ficou por aqui, o craque também é o melhor marcador da Liga dos Campeões, ultrapassando Raúl. Uma lenda viva, pois claro.

Cristiano Ronaldo

Se falamos em lendas vivas, temos de falar também em Ronaldo. O actual detentor da Bola de Ouro, fartou-se de marcar golos durante este ano e foi fundamental para a conquista da décima Liga dos Campeões do Real Madrid. Apesar de não ter estado tão bem no Mundial, os números comprovam que esta poderá ter sido a melhor época do Ronaldo desde que se tornou profissional. E se este foi o melhor ano, pode muito bem ser suficiente para garantir a terceira Bola de Ouro.

Manuel Neuer

Um guarda-redes nos três finalistas para o prémio de melhor jogador do mundo? É coisa rara, mas o alemão merece-o.

Publicidade

Figura preponderante para a conquista do Mundial do Brasil, Neuer não deixa passar nada, mostrando excelente reflexos e muito à vontade para sair dos postes. Aliás, tão à vontade que por vezes joga a líbero. Na presente época só concedeu quatro golos em todas as competições e é actualmente o guarda-redes menos batido da Europa. Impressionante. Mas se ele é incontestavelmente o melhor guardião, chegará para ser considerado o melhor jogador do mundo?

Os dados estão lançados. Hoje, a partir das 16 horas portuguesas, todos os amantes do desporto estarão colados ao televisor para assistir ao coroar do novo rei do futebol. Não será unânime, mas com certeza será merecido.