Tem noção que algumas das coisas que fazemos diariamente, e de forma involuntária, aos poucos podem estar a danificar a nossa anatomia? São os chamados maus hábitos, e para quem pratica exercício físico regularmente eles podem também comprometer a performance durante os treinos e causar lesões graves. Pela manutenção da saúde e do bem-estar é importante conhecer esses maus hábitos e saber como agir perante eles. A tarefa não é fácil, mas tente evitar os seguintes:

1. Dormir de barriga para baixo

Cada um tem a sua maneira favorita de dormir, é verdade. No entanto, esta posição causa uma forte compressão na espinha lombar e comprime os músculos do pescoço.

Publicidade
Publicidade

Dormir de barriga para baixo é similar a virar a sua cabeça para um dos lados e ficar estático durante algumas horas. Doloroso, não é?

O que fazer: A solução mais lógica é dormir noutra posição e é exactamente isso que deve fazer. Não é fácil, mas tente aos poucos dormir de lado ou de costas. Escolha também uma almofada ortopédica e com a qual se sinta confortável.

2. Estalar o pescoço

Este hábito é um vício extremamente difícil de parar. O pescoço é uma das zonas mais sensíveis do corpo humano. Estalar o pescoço - principalmente se forçar com as mãos - é extremamente perigoso e pode causar lesões cervicais a longo prazo. Para praticar desporto regularmente, é necessário ter uma boa coordenação de movimentos e estalar o pescoço diminui consideravelmente a sua performance e coloca a sua integridade física em risco.

Publicidade

O que fazer: Todos sabemos como é difícil largar este mau hábito. Então experimente praticar exercícios que fortaleçam as suas costas e pescoço, tais como elevações, e outros exercícios com pesos. Utilize também um rolo específico de alongamentos antes e depois dos treinos.

3. Ranger os dentes

Mais um péssimo mau hábito que muitas vezes nem sequer nos apercebemos que o estamos a fazer. Ranger os dentes continuadamente causa graves problemas nos próprios dentes, queixo e articulações. Estes problemas podem originar lesões graves no futuro ao nível dos nervos da mandíbula, ou seja, nos nervos que interligam o queixo, pescoço e ombros. Escusado será dizer o quão incapacitante podem ser estas lesões na actividade física.

O que fazer: Neste caso é obrigatória a intervenção de um dentista, que avalia a condição dos seus dentes e cria programas específicos de tratamento. Na farmácia poderá também adquirir uns protectores bocais para usar durante o dia e até mesmo nos treinos.

Publicidade

Quanto ao exercício físico, actividades como Yoga, exercícios de respiração e meditação podem ajudar a acalmar este péssimo hábito.

4. Demasiado tempo sentados

Neste hábito em específico a verdade é que nem sempre temos a culpa. Devido à mudança dos tempos, hoje em dia muitos trabalhos são à secretária e não temos escolha senão estarmos sentados horas a fio - e muitas das vezes mal sentados - ao computador. Quando estamos muitas horas sentados, a nossa zona lombar inferior e as nossas pernas começam a sentir um peso excessivo que causa lesões na coluna a longo prazo.

O que fazer: Uma simples mudança pode ser o suficiente para contrariarmos este hábito. Quando tiver um bocadinho livre no trabalho, procure levantar-se e alongar durante alguns minutos. Apanhe um pouco de ar, dê uma caminhada quando puder. Treine 45 minutos a uma hora por dia e irá sentir a diferença. 

5. Pegar em objectos pesados incorrectamente

Por vezes o nosso instinto é levantar objectos pesados de forma incorrecta. Isto pode levar a lesões graves nas costas e na coluna. 

O que fazer: Se é um adepto do exercício agachamento (Squat), então aí tem a resposta em como levantar objectos pesados.