Quando partem para um rali, os pilotos contam sempre com um dia menos bom, Para os portugueses, esse dia foi hoje. Tanto nos carros como nas motos, as dunas foram uma dor de cabeça para os lusos, que tiveram de "sofrer" para chegar a Antofagasta no Chile. Nas motos, Paulo Gonçalves andou perdido, mas acabou por reencontrar o rumo a tempo de guardar para si o terceiro posto da geral. Gonçalves tem agora 22m50s de atraso para Barreda, que manteve a liderança.

Apesar das imensas dificuldades na etapa de hoje, Speedy acabou o dia no 5º posto e traçou desde já um objectivo para este Dakar: terminar no pódio. "Hoje foi mais um dia de extrema dificuldade, parti de trás e não foi nada fácil recuperar posições. Tive ainda um ligeiro atraso a encontrar um waypoint na parte final, mas estou satisfeito porque mantive-me no pódio e por aqui quero permanecer até ao final do Dakar", afirmou o motard de Esposende.

Publicidade
Publicidade

Já Hélder Rodrigues teve hoje curiosamente a sua melhor prestação neste Dakar, fazendo o 6º tempo da tirada a 6m35s do primeiro, mantendo assim o 10º lugar da geral a 43m24s de Barreda. Ainda nas motos, Rúben Faria, que tão bem tinha estado ontem, fez o 15º lugar da classificativa a 17m24s do vencedor Marc Coma, tendo descido de 4º para 6º da geral, estando agora a 38m13s da liderança. Destaque ainda para Mário Patrão, que foi um verdadeiro "herói" nesta quinta etapa. O motard da Suzuki caiu logo ao quilómetro 12 da especial, mas seguiu em prova terminando em 31º. É actualmente 33º da geral.

Nos carros, quinta etapa e quinta vitória para a Mini, que segue triunfante neste Dakar 2015. O vencedor do dia foi o russo Vladimir Vasilyev, que ganhou por 20 segundos (!) a Yazeed Alraiji da Arábia Saudita.

Publicidade

Já em relação aos portugueses, o dia também não foi positivo, com Carlos Sousa a saltar fora do top-10. O piloto da Mitsubishi foi 19º na tirada, a 28m32s do vencedor. É agora 11º da geral com 1h24m de atraso para Nasser Al-Attiyah. Ainda nos carros, Ricardo Leal do Santos fez o 25º tempo da etapa, estando agora no 20º posto da geral a 3h04m do primeiro. Amanhã segue o rali com a sexta etapa que liga Antofagasta a Iquique, num total de 369 quilómetros cronometrados. Iquique foi recentemente um local de grande sucesso para o desporto português e espera-se que volte a dar sorte às cores nacionais.  #Automobilismo