O FC Porto recebeu a Académica, sabendo que a vitória o colocaria nas meias-finais da competição. Jackson abriu o caminho para uma vitória fácil logo aos 6 minutos. Os Dragões jogam com o Marítimo, nos Barreiros, nas meias-finais da Taça da Liga. Nos últimos dois jogos com os verde-rubros, na Madeira, o FC Porto saiu derrotado.

Entrou a marcar, é o melhor que podemos dizer do começo do jogo de ontem. Jackson fez o primeiro e único golo do primeiro tempo, aos 6 minutos de jogo. Na segunda metade demorou mais, mas Jackson voltou a marcar quando estavam decorridos 59 minutos de jogo. A Académica ainda reduziu aos 72', por intermédio de Mbala, que tinha entrado cinco minutos antes, mas serviu apenas para o FC Porto voltar a carregar no acelerador.

Publicidade
Publicidade

Gonçalo Paciência, aos 75', e Evandro, aos 80', marcaram pelos azuis e carimbaram a vitória do FC Porto no grupo D.

No outro encontro do grupo, União e Rio Ave encontraram-se na Madeira e a equipa local, depois de já ter vencido o Sp. Braga no seu terreno, voltou a vencer o Rio Ave. Os vilacondenses até se adiantaram no marcador por Boateng, aos 36', mas a equipa da casa virou o resultado, com golos de Filipe Chaby (59') que se estreou, depois de emprestado pelo #Sporting, e Ayrton aos 72'.

No grupo C, o Sporting também só precisava de vencer para seguir em frente na Taça da Liga. Em casa, os leões chegaram à vantagem aos 13 minutos através de um auto-golo de Ney Santos. A tarefa leonina parecia cada vez mais facilitada, e ainda ficou mais quando, aos 41 minutos de jogo, Manuel Mota mostrou a cartolina encarnada a Lupeta, deixando o Vitória reduzido a 10 elementos.

Publicidade

O jogo foi para intervalo com o Sporting a vencer e a jogar com mais uma unidade. Parecia tudo resolvido. Mas Bruno Ribeiro tinha um trunfo na manga. Lançou Suk para a segunda metade. O coreano, que ganhou estatuto em Portugal ao serviço do Marítimo, teve uma passagem apagada pelo Nacional, mas em Setúbal tudo está a ser diferente. Marcou na estreia, frente ao Rio Ave, na Liga, e ontem a vítima foi o Sporting.

Alvalade gelou aos 54 minutos. Miguel Lourenço colocou a bola no fundo das redes de Marcelo Boeck e fez a igualdade. A partir daí o Sporting tentou. Rematou muito, mas muitas vezes para fora. Acertou no poste da baliza adversária, mas não fez golos. O Vitória de Setúbal, aqui e ali, sempre através Suk, ainda chegou a ameaçar, mas o resultado manteve-se até final.

Na última jornada o Vitória de Setúbal defronta o Boavista, no Bonfim. Se vencer segue para as meias-finais, onde encontrará o Benfica. Se não vencer o Boavista, o adversário dos encarnados será o Sporting. No outro encontro deste grupo, Boavista e Vitória de Guimarães empataram a dois golos. Pouga (10') e Abeyie (58') marcaram para os axadrezados. Pelo Vitória de Guimarães marcaram Caiado (51) e Ricardo (88'). #F.C.Porto