O belga Junior Malanda, internacional sub-21 pelo seu país, morreu no passado sábado, cerca das 15h35 locais, na sequência de um acidente de viação. Com apenas 20 anos, o centro-campista dos alemães do Wolfsburgo não resistiu aos ferimentos graves, depois da viatura em que seguia se ter despistado e embatido numa árvore. Malanda, que se encontrava no banco de trás do automóvel, seguia para o aeroporto de Hannover, onde se iria juntar aos restantes companheiros de equipa, rumo ao estágio na África do Sul. A viagem da equipa do Wolfsburgo para o continente africano estava agendada para sábado mas, devido ao lamentável acontecimento, os comandados de Dieter Hecking só deslocaram no domingo, dia 11.

Publicidade
Publicidade

Segundo a polícia alemã, Junior Malanda faleceu no local do acidente, após ter sido projectado pela janela. As forças policiais revelam ainda que o jovem belga teve morte imediata. Juntamente com o Malanda seguiam no veículo mais dois ocupantes, um deles o condutor, que se encontram neste momento internados em estado grave. As causas do acidente, que ocorreu numa autoestrada próxima da cidade de Porta Westfalica (zona centro-norte), ainda não são totalmente conhecidas, mas a investigação policial aponta para excesso de velocidade e condições atmosféricas adversas. O carro, um Volkswagen Touareg, ficou completamente dizimado. De salientar a infeliz coincidência da Volkswagen ser um dos patrocinadores principais do Wolfsburgo.

Nas reacções ao sucedido, o técnico do Wolfsburgo sublinhou o "vazio enorme" deixado por Malanda, pois o belga era "a alma da equipa".

Publicidade

Vários colegas de profissão como Daniel Alves (Barcelona), Luiz Gustavo (Wolfsburgo), Edin Dzeko (Manchester City), Klaas-Jan Huntelaar (Schalke 04) ou Dante (Bayern Munique), mas também os compatriotas Eden Hazard e Thibaut Courtois (Chelsea), Romelu Lukaku (Everton), Marouane Fellaini (Manchester United) ou Kevin De Bruyne (Wolfsburgo) prestaram homenagem nas redes sociais.

Sobre a ida para a África do Sul (a Bundesliga cumpre até dia 30 de janeiro a tradicional pausa de inverno), Klaus Allofs, um dos responsáveis do clube alemão, afirmou que a decisão "não foi fácil", mas que a realização do estágio será o "nosso tributo" a Malanda que, "tal como todos nós, desejava o êxito" do Wolfsburgo. Ao longo da sua curta carreira, Junior Malanda defendeu ainda as cores do Anderlecht, da Bélgica, e do Lille, de França. Para além da selecção sub-21 belga, pela qual disputou 15 encontros. #Futebol