O internacional inglês de 34 anos, Steven Gerrard, anunciou ao final desta manhã de sexta-feira que irá deixar o Liverpool no final da temporada. "Esta é a decisão mais difícil e dura da minha vida. Confesso que já estava a agonizar-me, assim como à minha família, há bastante tempo. Apesar disso, decidi só agora fazer este anúncio, para que a equipa não sofra com distracções nem com as especulações sobre o meu futuro imediato. Não sei o que vou fazer ainda, mas uma coisa é certa: gostaria de estar ligado ao desporto e ao #Futebol em particular", afirmou o polivalente médio.

Gerrard está no Liverpool desde os 9 anos. Porém, ainda não disse o que vai fazer depois do final da presente temporada, embora o mais provável seja que continue a sua carreira de jogador fora de Inglaterra, provavelmente a jogar num clube dos Estados Unidos da América. Enquanto não chega essa altura, Gerrard promete dar o máximo pelo seu clube de sempre e no qual enverga a braçadeira de capitão. "O Liverpool é o meu grande amor. Se fosse possível morreria por este clube que me deu tudo nesta vida. Tenho uma dívida de gratidão eterna. Vai ser dura a minha despedida, mas talvez um dia regresse. Seria bonito, mas até lá vou dar tudo por tudo, porque há objectivos a cumprir", concluiu o capitão do reds.

Vamos ao perfil de Steven Gerrard. É médio e tem actualmente 34 anos, estando no clube da cidade dos Beatles desde os 9 anos. Já soma mais de 180 golos em cerca de 700 jogos pelo clube. Pela selecção inglesa disputou 114 jogos e marcou por por 21 vezes. No que diz respeito a títulos, conta com dez: uma Liga dos Campeões (2004/2005); uma Taça UEFA (agora Liga Europa) em 2000/2001; duas Super Taças Europeias em 2001 e 2005; duas FA Cup em 2000/2001 e 2005/2006; três Taças da Liga Inglesa em 2000/2001, 2002/2003 e 2011/2012, bem como uma FA Community Shield no ano de 2006.

A nível individual, Steven Gerrard pode orgulhar-se de ter conquistado em 2005 o terceiro lugar na eleição da Bola de Ouro da Revista France Football, o segundo lugar em 2005 na Revista World Soccer e ainda de fazer parte da equipa europeia do ano de 2012. Steven Gerrard é, sem dúvida, um símbolo do Liverpool, mas também do futebol mundial e do inglês. Um exemplo de amor à camisola, a um clube, a uma massa associativa. Um exemplo raro nos tempos actuais.