Pode durar menos de três meses a experiência de Hugo Almeida na Serie A italiana. Depois de assinar pelo modesto Cesena em Outubro último, o avançado de 30 anos tem em cima da mesa uma proposta dos gregos do AEK de Atenas para se transferir nesta janela do mercado do Inverno. No entanto, caso a mudança se concretize, o goleador vai jogar na segunda divisão grega, onde compete actualmente o histórico da capital helénica, depois ter sido despromovido por actos de violência dos seus adeptos.

Hugo Almeida, que foi um dos 23 convocados de Paulo Bento para representar Portugal no Campeonato do Mundo no Brasil em 2014, chegou a essa competição como um jogador livre, depois de ver terminado o seu contrato com os turcos do Besiktas, clube onde jogou desde 2010.

Publicidade
Publicidade

Após vários meses sem encontrar emblema, e várias hipóteses que não se concretizaram, o figueirense acabou por assinar pelos italianos do Cesena que lutam pela manutenção na Serie A. Naquele que disse ter sido o concretizar de um sonho, Hugo Almeida afirmou no momento da sua apresentação que "aos 30 anos já não é tempo de sonhar, mas de trabalhar para dar o meu contributo à equipa." No entanto, os zero golos apontados até ao momento em nove jogos (seis como titular) parecem estar aquém das expectativas iniciais, sendo que o próprio descontentamento do português pode facilitar a sua saída para a Grécia.

O facto do destino ser a segunda divisão helénica pode parecer estranho, mas a liderança do AEK - 8 Vitórias, 1 empate e Zero derrotas - e um projecto de dois/três anos que prevê o regresso ao convívio dos grandes já na próxima temporada pode ser o estimulo perfeito para que Hugo Almeida termine a sua experiência em Itália e viaje de imediato para Atenas.

Publicidade

Segundo noticia a imprensa grega, o AEK ainda não terá contactado directamente o Cesena, mas a existência de uma cláusula que a Hugo Almeida permite sair na reabertura do mercado por 300 mil euros pode ser o tónico que falta para as negociações avançarem.

Depois de sair do FC Porto em 2006, Hugo Almeida nunca mais regressou a Portugal, somando passagens pelo Werder Bremen (de 2006 a 2010), pelo Besiktas (de 2010 a 2014) e agora o Cesena desde Outubro do ano transacto. Com mais de 50 jogos de quinas ao peito, e 19 golos pela Selecção Nacional, 2015 pode levar Hugo Almeida para um histórico do #Futebol europeu, mas que actualmente está na segunda divisão. Uma nova vida para o ponta de lança luso que pode, aos 30 anos, voltar aos golos e às opções de Fernando Santos.