Este fim-de-semana não foi nada meigo para alguns dos grandes clubes de #Futebol europeus, tais como o Real Madrid e o Barcelona que perderam os respectivos jogos. O Real Madrid embora derrotado, conseguiu manter a primeira posição do campeonato espanhol, sendo que o seu mais directo perseguidor, o Barcelona, também perdeu. Quem ficou a ganhar foi o Atlético de Madrid, com uma vitória que o aproximou do Barcelona e que o coloca agora em igualdade pontual com o mesmo. Iniciando o jogo a ganhar, o Real de Madrid não conseguiu levar de vencido o Valência, no jogo que foi de estreia para o ex-benfiquista Enzo Pérez. O Barcelona por sua vez perdeu com um autogolo frente a Real Sociedad.

Negro foi também o fim-de-semana da equipa de José Mourinho que sofreu uma pesada derrota por 5-3, no terreno do Tottenham. Esta foi a derrota mais pesada de treinador português em Inglaterra.

Publicidade
Publicidade

O Chelsea encontra-se agora em igualdade pontual com o actual segundo classificado Manchester City, que aproveitou a derrota do seu mais directo adversário para ficar ficar mais próximo da conquista do título da Liga Inglesa. Também em Itália, a Roma, actual segundo classificado, perdeu pontos, resultado de um empate com o Milan. A Juventus fica assim mais confortável na frente do campeonato, sendo que ganhou o seu desafio na presente jornada.

O ano de 2014 também não foi nada meigo para o Borrussia Dortmund, que se encontra no penúltimo lugar da Liga Alemã. Com o total de 15 pontos, menos de metade dos pontos que detinha na mesma jornada da época anterior, o vice-campeão alemão corre o risco de descer de escalão se mantiver esta série de resultados.

No que refere aos marcadores podemos dizer que, apesar da derrota sofrida pela sua equipa, Cristiano Ronaldo iniciou o ano com um golo.

Publicidade

O atleta soma agora 26 golos, tantos golos quantos os marcados pelo Sevilha (5º classificado da Liga Espanhola) e menos três que o Villarreal (6º classificado). Ronaldo tem uma grande margem em relação ao segundo melhor marcador europeu, e encontra-se bem encaminhado para a conquista de mais uma bota de ouro, atribuída ao melhor marcador.

Com os campeonatos em ritmo normal, as atenções estão viradas para a atribuição da Bola de Ouro, que se realiza no corrente mês de Janeiro. Será que o melhor jogador do mundo vai ganhar a Manuel Neuer, jogador na melhor selecção do mundo?