Para o antigo internacional português Luís Figo, Ronaldo e Messi são jogadores de referência, mas salienta que no tempo em que jogava a fasquia era mais elevada e que provavelmente existiriam jogadores "melhores" do que as estrelas do Real Madrid e do Barcelona.

"Messi e Ronaldo são jogadores que marcam a diferença por estarem acima dos demais. No meu tempo, tive a felicidade de jogar ao lado de grandes jogadores e de defrontar grandes jogadores, possivelmente melhores que Ronaldo e Messi", disse o Luís Figo, enquanto marcava presença numa apresentação promocional de uma clínica dentária.

O antigo extremo luso, que passou por equipas como o Real Madrid, Inter de Milão e Barcelona, deixou ainda a convicção de que hoje em dia o #Futebol se encontra bipolarizado e que a maior parte das atenções se dirige para as duas grandes equipas espanholas: "Há um domínio, quase um monopólio, das duas equipas mais fortes de todos os tempos, o Real Madrid e o Barcelona", referiu.

Publicidade
Publicidade

No entanto, Figo não deixa de frisar que existem outras equipas de elevada qualidade, como o Chelsea e o Bayern Munique.

Quanto a treinadores, Luís Figo refere José Mourinho e Pep Guardiola como os melhores treinadores da atualidade. Quanto a uma futura carreira como treinador, Figo afasta-se dessa possibilidade: "Não me vejo nesse papel", disse.

Estas declarações surgem após Cristiano Ronaldo ter vencido a terceira Bola de Ouro da sua carreira com 37,66% dos votos, deixando para trás o argentino Leonel Messi com 15,76% e o alemão Manuel Neuer com 15,72%, na votação para melhor jogador do mundo. Olhando para o futuro, as pessoas mais próximas de CR7, como o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, e o empresário do jogador, Jorge Mendes, acreditam que a quarta bola de ouro pode vir para as mãos do português já na próxima época.

Publicidade

Recorde-se que Luís Figo também venceu a Bola de Ouro em 2000, foi o Melhor Jogador do Mundo pela FIFA em 2001 e está incluído na FIFA 100, uma lista com 123 homens e mulheres que são considerados os melhores jogadores de futebol vivos.