O internacional eslovaco, Marek Cech assinou esta segunda-feira pelo Boavista até ao final da presente temporada. O jogador que actua no lado canhoto da defesa encontrava-se sem clube desde o início da actual época, depois de concluído o contrato que o unia ao emblema italiano de #Futebol, o Bolonha. Esta contratação prende-se com a lesão grave do defesa esquerdo, o brasileiro Andersson Corrêa, que só voltará a competir em finais de Abril. Corrêa “sofreu uma fractura do quinto metatarso do pé direito, havendo depois um atraso na consolidação e, daí, uma intervenção cirúrgica para a colocação de um parafuso de fixação. A recuperação será agora um pouco lenta mas ainda a tempo de nesta época vir a competir”, é o que se pode ler em comunicado no sitio oficial da internet do Boavista Futebol Clube, SAD.

Publicidade
Publicidade

Com 31 anos, Marek Cech é nome bem conhecido do nosso futebol e dos adeptos azuis e brancos, em particular, pois actuou entre 2005 e 2008 no FC Porto, onde conquistou vários títulos. Prosseguiu depois a sua carreira em terras de Sua Majestade, no West Bromwich (de Inglaterra) onde esteve quatro épocas, entre 2008/2009 e 2011/2012. Seguiu-se depois uma passagem de dois anos, pelo Trabzonspor, da Turquia. O Bolonha, de Itália, foi o clube em que actuou na época transacta.

Cech é internacional pela Eslováquia, onde conta com 62 internacionalizações e 5 golos marcados. No currículo conta ainda com três Ligas portuguesa, uma Super Taça e uma Taça de Portugal. Foi também campeão da Liga Checa, ao serviço do Sparta de Praga em 2004/2005, e ainda campeão no seu país na temporada de 2000/2001, então envergando a camisola do Inter de Bratislava.

Publicidade

Em sentido inverso estão de saída do Bessa, mas na condição de emprestados até ao final da época, os médios Miguel Cid, Diogo Gouveia, Luís Neves e ainda o avançado Yoro. “São jogadores muito jovens, têm que jogar e aqui não têm tido muitas oportunidades. É muito importante nesta fase terem minutos de jogo. Certamente que vão voltar mais fortes e capazes, como eu fui em tempos", justificou o técnico axadrezado Petit.

Para finalizar e dar conta das últimas do Boavista, o clube informou no seu site que o médio Ancelmo Júnior “lesionou-se no decorrer de um treino, sofrendo uma rotura parcial do ligamento cruzado anterior tendo já sido submetido a uma intervenção cirúrgica. O tempo de recuperação nunca será inferior a seis meses”, ou por outras, esta temporada acabou para o jogador.