Os tão famosos "mind games" de José Mourinho estão para durar. Desta feita o destinatário teve um nome, o actual campeão Manchester City. Tudo porque os "Citizens" desembolsaram na semana passada a "módica" quantia de 35 milhões de euros pelo ponta de lança marfinense, Wilfred Bony. Um valor que "Mou" critica, deixando indirectas sobre o não cumprimento da regra do fair-play financeiro. Entretanto dentro das quatro linhas, o Chelsea goleou o Swansea, o ex-clube de Bony, e tem, à condição, cinco pontos de vantagem sobre o City.

Numa óbvia e clara crítica ao emblema treinado por Manuel Pellegrini acerca da regra da UEFA que impõe aos clubes não gastar mais do que as receitas, José Mourinho lembrou que o Manchester City foi recentemente punido por não a respeitar: "Bony é um grande jogador e marca muitos golos.

Publicidade
Publicidade

Se eles [City] têm o dinheiro, então podem gastá-lo como quiserem e não têm problemas com o fair-play financeiro", disse o treinador do Chelsea em conferência de imprensa.

Voltando "à carga", o técnico português deixou ainda várias críticas ao campeão inglês em título, mas lembrou que no campo só podem jogar 11 de cada vez: "Eles [City] só podem jogar com 11 em campo, a não ser que as regras sejam diferentes e eles possam começar a jogar com 12. Apesar das regras serem diferentes para eles em certas áreas, dentro do relvado é igual para todos", afirmou Mourinho no seu já habitual tom provocador.

Dentro do campo, a jornada correu bem ao Chelsea que goleou o Swansea City por 5-0. Numa partida que assinalou a estreia de Nélson Oliveira no onze dos galeses, os "Blues" venceram com facilidade, chegando ao intervalo a ganhar por 4-0.

Publicidade

Os golos dos londrinos foram apontados por Diego Costa e Oscar, que bisaram, e pelo alemão André Schurrle que fechou a contagem na segunda parte. Com este triunfo, o Chelsea abre uma vantagem de 5 pontos na liderança da Premier League, para o Manchester City que entra em campo este domingo para defrontar o Arsenal. Serão 11 contra 11, mas Bony não vai jogar, porque está na CAN. #Futebol