A FIFA sempre teve bastantes situações controversas em seu redor. Momentos positivos são poucos e as opiniões dividem-se quanto à gestão do actual presidente deste organismo. Num momento em que a Federação Internacional de #Futebol é alvo de críticas negativas e comentários desagradáveis, Luís Figo candidata-se na tentativa de mudar esta imagem.

Quando se pesquisa o nome FIFA no Google, a primeira palavra que aparece é "escândalo". Para Luís Figo, "isto não é positivo", chegando mesmo a dizer que "é isto que queremos mudar primeiro e tentar melhorar a imagem da FIFA. O futebol merece muito melhor que isto".

O antigo internacional português candidatou-se nesta quarta-feira à presidência da FIFA, que é a entidade que tutela o futebol a nível mundial.

Publicidade
Publicidade

O antigo jogador referiu ainda que "é o momento para uma mudança na liderança, na transparência e na solidariedade".

Luís Figo é considerado o jogador português com mais internacionalizações e é um dos seis candidatos à presidência. Juntamente com o internacional português são candidatos Joseph Blatter - atual presidente -, Michel van Praag - presidente da Federação Holandesa -, David Ginola - ex-jogador francês -, Jerome Champagne - candidato independente francês - e Ali bin Al Hussein , vice-presidente da FIFA.

É curioso que o Presidente da Federação Portuguesa de Futebol não se tenha candidatado, mas sim apoiado a candidatura do antigo jogador. Fernando Gomes, Presidente da FPF, descreveu a candidatura de Luís Figo como "um ato de coragem", entendendo, no entanto, que esta será uma eleição difícil e conturbada.

Publicidade

Apesar da dificuldade desta eleição, o presidente da FPF acredita que "com a tenacidade e capacidade que Luís Figo tem, este não deixará de fazer valer os seus pontos de vista sobre aquilo que o futebol necessita". Anunciou ainda que "é uma enorme honra para a Federação Portuguesa de Futebol apoiar e suportar a candidatura do Luís Figo. Quero dar-lhe os parabéns pela enorme coragem que teve em tomar esta decisão. Luís Figo já demonstrou que é uma pessoa capaz, e reconheço-lhe enormes capacidades para poder desempenhar cabalmente a função se vier a ser eleito".