#Sporting volta a ganhar e aumenta para cinco a série de vitórias na Liga. Derrota do F.C. Porto, no Funchal, deixa os leões a apenas um ponto do segundo lugar. Académica volta às derrotas e continua com apenas uma vitória no campeonato. Estudantes somam 12 pontos em 18 jogos.

Em Alvalade, o Sporting entrou em campo sob a pressão de ter perdido a meio da semana no Restelo. Um jogo que contou para a Taça da Liga e no qual o Sporting até esteve a vencer por dois golos ainda na primeira parte, vindo depois a perder por 3-2. A equipa de Marco Silva sabia também que, em caso de vitória, podia abrir o fosso para o Vitória de Guimarães que na véspera tinha empatado, em casa, com o Gil Vicente.

Publicidade
Publicidade

Mas o Sporting não se escondeu perante os seus adeptos. A equipa quis desde cedo mandar no jogo. Ainda antes de estarem concluídos os primeiros 10 minutos de jogo já Montero poderia ter aberto o activo. Os leões conseguiram mais duas boas oportunidades na primeira metade mas sem nunca serem totalmente dominadores. Para isso, e contra equipas como a Académica, o Sporting terá que impor muito mais velocidade no seu jogo do que aquela que apresentou esta tarde em Alvalade.

No segundo tempo, o jogo começou como tinha terminado na primeira. O Sporting com maior domínio, maior posse de bola, mas a Académica a controlar os ensejos leoninos, tal era a lentidão que os leões colocavam no jogo. Até que aos 76 minutos, estava o jogo a acabar de entrar no último quarto de hora, e o japonês Tanaka apareceu com um cabeceamento a proporcionar ao guarda-redes da Académica, Lee, uma excelente defesa, mas a bola sobrou para João Mário e este não perdoou.

Publicidade

Era um resultado justo, apesar de a equipa do Sporting ter capacidade para fazer muito mais do que tinha feito até então. A Académica nem conseguiu reagir de modo a tentar o empate nos últimos minutos. A equipa de Coimbra está vazia de ideias e começa a ficar numa situação complicada na Liga. 

Foi a quinta vitória consecutiva no campeonato e é também o nono jogo consecutivo dos leões sem sentirem o sabor da derrota.