Steven Gerrard não ficará no Liverpool na próxima temporada. O mítico capitão dos "reds" deixará a equipa de toda a sua carreira para viver "novas experiências", mas garante que não jogará em nenhum conjunto que possa medir forças com o clube do seu coração. Dezassete anos e quase 700 jogos oficiais depois, Gerrard anunciou a decisão mais difícil da sua vida.

Para trás fica um legado único de um dos chamados "futebolistas de clube", que tanto escasseiam na actualidade. Aos 34 anos, o médio põe ponto final numa trajectória que durou 17 temporadas, ao longo das quais disputou 695 partidas oficiais com a camisola "red", tendo apontado 180 golos e conquistado dez títulos: Duas FA Cup, três Capital One Cup, uma Community Shield, uma Taça UEFA, duas Supertaças Europeias e a histórica Liga dos Campeões de 2004/05.

Publicidade
Publicidade

Gerrard deixa o Liverpool porque crê que chegou o momento indicado para o fazer. Considera que deve viver novas aventuras e experimentar outras sensações numa liga diferente. Segundo as suas palavras, tudo indica que dará os seus últimos passos como futebolista numa liga árabe ou na norte-americana MLS, que tem estado "na moda" recentemente. "Vou continuar a jogar e, apesar de não poder confirmar o lugar, posso dizer que não será uma equipa que possa competir com o Liverpool, essa foi uma possibilidade que nunca contemplei", afirmou o internacional inglês.

O capitão dos "reds" põe fim à etapa mais importante da sua carreira e, por isso, é lógico que lhe tenha custado muito dar este passo. "É a decisão mais difícil da minha vida. Eu e a minha família reflectimos durante muito tempo.

Publicidade

A minha decisão baseia-se por completo no desejo de experimentar algo diferente na minha carreira e assegurar-me de que não me arrependo de não o ter feito quando a minha carreira terminar", acrescentou, em declarações ao site oficial do clube.

O centrocampista deixou ainda claro que a sua intenção é voltar ao Liverpool para fazer parte do clube quando pendurar as chuteiras e mostrou-se eternamente grato ao clube da sua vida. Um clube que deve procurar um novo líder a partir do próximo dia 30 de Junho. #Futebol