O Estoril recebeu esta tarde o Gil Vicente sabendo que, depois do empate cedido na primeira jornada, não poderia voltar a perder pontos. Desde cedo a equipa de José Couceiro mostrou que está empenhada nesta prova e que só tem um objectivo: atingir as meias-finais. Ainda não estava concluído o primeiro quarto de hora de jogo e já Kléber tinha colocado o Estoril na frente do marcador. O Gil Vicente, ainda com um jogo por disputar, não tem qualquer hipótese de chegar à fase seguinte da competição de #Futebol.

Kléber Pinheiro, à ponta de lança, concluiu aos 14' uma jogada estorilista que começou numa perda de bola ridícula do central gilista Gladstone.

Publicidade
Publicidade

Aliás, Kléber durante todo o primeiro tempo fez, literalmente, o que quis com Gladstone. O central que já passou por clubes como o Sporting, Cruzeiro, Palmeiras, Verona, Juventus e até pela selecção brasileira, está a léguas da sua melhor forma.

O Gil Vicente ainda colocou a bola no fundo das redes da equipa da linha por Paulinho, mas o árbitro, e bem, anulou o lance por fora de jogo. O Estoril continuou a dominar e aos 44', por Cabrera, fez o segundo golo expressando no marcador o domínio que acontecia dentro do terreno de jogo.

No segundo tempo, o Estoril baixou o ritmo e tentou apenas gerir a vantagem sem que tivesse que despender grande energia, até porque domingo há uma difícil deslocação ao Bessa em jogo a contar para o campeonato. Ainda assim, o Estoril chegou ao terceiro golo aos 82', num lance brilhante de Sebá.

Publicidade

Na primeira jornada o Estoril empatou a uma bola, em casa, frente ao Marítimo. O Gil Vicente tinha sido derrotado pelo Sporting da Covilhã por 2 a 1, uma das surpresas da jornada. Amanhã, Marítimo e Covilhã encontram-se no Funchal, numa partida com início marcado para as 16 horas no Estádio dos Barreiros. Qualquer resultado que não seja a derrota do Covilhã, colocará, desde já, o Gil Vicente fora da Taça da Liga.

Na terceira e última jornada, agendada para dia 21 de Janeiro, o Sporting da Covilhã recebe o Estoril, enquanto o Marítimo viaja até Barcelos para defrontar o Gil Vicente.