Na partida que marcou o arranque dos quartos-de-final da Taça de Portugal, o Rio Ave conquistou o acesso às meias-finais da prova. A equipa de Pedro Martins jogará com o vencedor do encontro entre Sp. Braga e Belenenses, que se disputa esta noite. Numa noite que poderia ser totalmente de festa, o Rio Ave teve a infelicidade de perder os seus dois centrais por lesão. Preocupações para o técnico Pedro Martins na preparação da próxima partida, que será contra o Marítimo.

O jogo não podia começar melhor para a equipa de Vila do Conde. Logo aos 5 minutos, Diego Lopes atirou a contar para os da casa e fez o 1 a 0. Um golo que marcou também o arranque para uma grande exibição do jovem brasileiro.

Publicidade
Publicidade

Ao minuto 13 começaram as contrariedades para a equipa da casa. Roderick lesionou-se e deixou o terreno com uma provável lesão no tendão de Aquiles. Ainda assim, e até ao final da primeira parte, foi o Rio Ave a dominar completamente o jogo, sem que o Gil Vicente conseguisse sequer chegar perto da baliza defendida por Ederson.

O início da segunda metade ficou marcado por outra lesão. Desta vez o infortúnio bateu à porta de André Vilas Boas, que saiu com uma aparente rotura na coxa. O Gil mexeu na equipa para tentar tirar proveito dessas perdas por lesão no centro da defesa dos vilacondenses, mas era o Rio Ave que continuava a mandar na partida. Aos 55 minutos, por Ukra, na transformação de uma grande penalidade, chegou aos 2-0.

Tudo parecia resolvido, até porque mesmo após o golo, era o Rio Ave quem determinava os ritmos de jogo, mas João Vilela, aos 65, com um grande golo, reduziu para 2-1 e voltou a empolgar os gilistas.

Publicidade

E foram precisos apenas mais 7 minutos para que a equipa de Barcelos voltasse a marcar e chegasse ao empate por Simi.

O golo do empate serviu de despertador para a equipa da casa, que foi para cima do adversário à procura de não deixar escapar o que há tão pouco tempo parecia claramente já conquistado. E os vilacondenses encontraram o que procuravam. Pedro Moreira, aos 76', e Lionn, aos 78', colocaram o resultado em 4-2 e, aí sim, carimbaram o passaporte do Rio Ave rumo às meias-finais da Taça de Portugal pelo segundo ano consecutivo. Antes do apito final os vilacondenses ainda voltaram a marcar por Hassan (89'), que fixou o resultado final em 5-2. #Futebol