É o regresso das lendas vivas do UFC - Ultimate Fighting Championship. Depois de Anderson Silva estar a preparar o regresso já para este mês de Janeiro frente a Nick Diaz, eis que o canadiano Georges St-Pierre (GPS) está de volta. Afastado do octógono desde 2013, quando anunciou uma pausa na sua carreira, e depois de muitos boatos, Dana White, o presidente do UFC, anunciou que o lutador de 33 anos vai voltar a combater ainda em 2015. Num anúncio feito ao programa oficial da competição - UFC Tonight - GPS voltou a ser o centro das atenções de todos os amantes de MMA - Mixed Martial Arts.

Afastado desde 2013 depois de derrotar Johny Hendricks, o antigo campeão continua a ser considerado de forma unânime como o melhor lutador dos pesos meio-médio do Mundo, tendo inclusive ganho um World MMA Awards em 2009.

Publicidade
Publicidade

Apesar de estar afastado há quase dois anos, o canadiano continua a ser o lutador que mais tempo esteve sem conhecer o sabor da derrota, com 12 vitórias consecutivas, detendo ainda vários recordes, como são os casos do lutador mais valioso do UFC com 19 triunfos ou o que mais minutos soma dentro do octógono, num total de quase 5 horas e meia. Na altura que decidiu afastar-se por tempo indeterminado, GPS era segundo do ranking peso por peso, atrás apenas de Jon Jones, que recentemente se viu envolvido num caso de droga.

Outro dos aspectos que parece estar a agradar e muito ao UFC é o facto de Georges St-Pierre ser igualmente campeão de vendas nas transmissões televisivas, dado que nos Estados Unidos o sistema pay-per-view (compra de programas específicos na TV) é dominante, e no qual GPS tem um vasto leque de seguidores, o que vai significar nova injecção de dinheiro nos cofres da associação que gere os combates.

Publicidade

Outro campeão aposentado que está a ser tentado a regressar ao octógono é Brock Lesnar. Antigo campeão dos pesos-pesados esteve até há bem pouco tempo contratualmente ligado com a WWE - World Wrestling Entertainment - e volta agora às cogitações da UFC. Actualmente com 37 anos de idade e com um histórico de vitórias sobre Shane Carwin ou Randy Couture, Lesnar pode, a par com Georges St-Pierre, juntar-se a Anderson Silva num regresso ao "passado" tão desejado pelos fãs do MMA.