A Ultimate Fighting Championship (UFC) confirmou esta semana que Anderson Silva, antigo campeão de pesos médios, está de volta à competição depois ter fracturado a perna esquerda a 28 de Dezembro de 2013. Muitos lhe auguraram o fim da carreira, mas o brasileiro não baixou os braços e vai, em Las Vegas, enfrentar o americano Nick Diaz que, depois de anunciar a reforma, também está de volta para mais três lutas, a primeira frente ao Aranha.

Já Anderson Silva que "morreu" na praia quando tentava recuperar o cinturão frente a Chris Weidman, recordou no fim do ano transacto essa grave lesão, conseguindo, mais de um ano depois, tirar ilações acerca da fractura sofrida: "Gostaria de agradecer a todos os que estiveram do meu lado a darem-me força. Os erros são, no final de contas, fundamentos da verdade. Ao examinarmos os erros de um homem, conhecemos o seu carácter. Com tudo o que me aconteceu, aprendi que devemos ser gratos a Deus por não nos dar tudo que lhe pedimos, mas sim aquilo que precisamos para evoluir", escreveu The Spider nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade

O brasileiro que já "reviveu" o seu regresso numa campanha publicitária de um dos seus patrocinadores, onde é a personagem central de um anúncio onde o Aranha consegue sair do fundo do poço e voltar ao cenário internacional do MMA - Mixed Martial Arts. No entanto, Silva não esconde o receio que sente: "A minha grande preocupação é como vai ser voltar. Não estou preocupado com o meu adversário, mas como é o regresso, quero que aconteça logo. Não é medo, é dúvida, mas sei que depois de levar o primeiro soco, tudo vai voltar a fluir", disse o brasileiro.

Terminada a fase de recuperação que enfrentou, Silva terá no octógono Nick Diaz, que se despediu em Março de 2013, quando derrotou Georges St. Pierre, conquistando o cinturão dos pesos-médios. Agora, e quase dois anos depois, Diaz está de volta e logo como parte integrante de um dos combates do ano.

Publicidade

Las Vegas não vai dormir na noite de 31 de Janeiro e, num duelo de titãs, vai valer tudo, menos claro está, "arrancar olhos".