Aí está a tão proclamada aposta nos jovens por parte do Benfica. A poucas horas do fecho do mercado de inverno, os encarnados anunciaram a chegada de três reforços vindos do terceiro escalão do #Futebol português e do campeonato distrital de Lisboa. Com idades entre os 18 e os 19 anos, os jogadores são vistos como promessas de futuro. Vão ser incluídos nos plantéis da equipa júnior e dos "Bês".

O primeiro a chegar foi o defesa central russo Vitali Lystsov que se destacou na primeira metade da época ao serviço do União de Leiria no Campeonato Nacional de Seniores. Proveniente do Lokomotiv de Moscovo antes de jogar no clube da cidade do Liz, o jovem de 19 anos destaca-se pela imponência física (1,92m e 83kg), e é ainda internacional sub-21 pela selecção da Rússia.

Publicidade
Publicidade

Depois da saída de Fábio Cardoso por empréstimo para o Paços de Ferreira, está encontrado o reforço (externo) para o centro da defesa do #Benfica B.

Já para o meio campo, os encarnados anunciaram esta segunda-feira a contratação do brasileiro David Moura ao Vilafranquense. O centro-campista destacou-se nos primeiros meses da temporada ao serviço da equipa ribatejana, tendo inclusive apontado 6 golos no Campeonato Pró-Nacional da Associação de Futebol de Lisboa. Com apenas 18 anos, o brasileiro natural da Bahia chegou este ano dos juniores do Ceilandense, dando agora um inesperado salto de gigante para os actuais campeões nacionais. Vai ficar ligado contratualmente até 2019 com o emblema da Luz.

Para o ataque foi contratado o luso-guineense Flávio Silva. Ponta de lança que pode jogar também como extremo, faz da velocidade uma das suas principais armas.

Publicidade

Com 8 golos apontados em 11 jogos com a camisola do Torreense, o atacante de 18 anos era um dos jogadores mais promissores no Campeonato Nacional de Seniores. Formado nas escolas do Sporting, Flávio Silva ingressou nos juniores do clube de Torres Vedras, tendo agora sido contratado para a equipa B do Benfica. Assinou um contrato válido até 2020.

Depois das saídas de Fábio Cardoso, João Amorim, Rochinha, Rúben Pinto e Hélder Costa, neste mercado de inverno, todos eles jogadores formados nos encarnados, eis que o Benfica apostou na contratação de três jovens promessas que se destacaram nos escalões ditos "amadores" do futebol nacional. Será esta uma mudança de estratégia do clube da Luz, ou apenas mais três apostas "made in" scouting? O tempo dará as respostas.