O #Benfica goleou esta tarde o Estoril por 6-0 no Estádio da Luz. No jogo marcado pelo regresso de Nico Gaitán ao onze titular, a equipa de Jorge Jesus começou a procurar o golo desde cedo conseguindo uma exibição de luxo, principalmente na 1ª parte, período em que o Benfica não deixou o Estoril sair do seu meio-campo defensivo. Esta foi a 5ª derrota consecutiva da equipa de José Couceiro. O árbitro do encontro foi João Capela, que teve uma arbitragem sem casos num jogo de sentido único. O estádio da Luz esteve bem composto em dia do 111º aniversário, com 46.712 espetadores que marcaram presença para cantar os parabéns ao clube e assistir à maior goleada da época.

A primeira parte começou de forma intensa e, após algumas oportunidades falhadas, aos 16 minutos de jogo, Pizzi apontou um canto no lado esquerdo do ataque encarnado e Luisão apareceu ao 1º poste desviando a bola do guarda-redes adversário e inaugurando assim o marcador. Aos 26 minutos Salvio fez o 2º golo. Pizzi aos 33' fez o melhor golo da tarde e Jonas aos 35' completou o resultado de 4-0 ao intervalo.

Na segunda parte, o Benfica entrou com menos intensidade no jogo, continuando, porém, a dominar a equipa adversária. Aos 56' o árbitro João Capela assinalou um penalty a favor do Benfica que viria a ser convertido por Lima. Aos 66' Anderson Esiti viu o 2º cartão amarelo, obrigando os homens de José Couceiro a enfrentarem o resto da partida em inferioridade numérica. O 6-0 surgiu aos 86' depois de um remate de Ola John defendido por Kieszek com a bola a ressaltar para Jonas, que só precisou de encostar o pé no esférico para fazer o último golo da partida.

Este foi o 8º jogo consecutivo em que o Benfica não sofreu golos em casa. Com esta vitória o Benfica passou a ter 7 pontos de vantagem sobre o #Futebol Clube do Porto, embora a equipa de Lopetegui só entre em campo amanhã no clássico contra o Sporting Clube de Portugal.

Onzes iniciais

Benfica: Artur, Maxi Pereira, Jardel, Luisão, Eliseu, Pizzi, Salvio, Gaitán, Samaris, Lima e Jonas

Estoril: Kieszek, Mano, Bruno Miguel, Bruno Nascimento, Alex Kakuba, Anderson Esiti, Diogo Amado, Taira, Seba, Tozé e Kleber.