O #Benfica garantiu a presença na final da Taça da Liga 2014/2015 ao vencer o vitória de Setúbal, por 3-0, na meia-final disputada no Estádio da Luz. Os encarnados já venciam ao intervalo por dois golos de diferença, ambos apontados de grande penalidade. A outra meia-final está agendada para o dia 2 de Abril, no Estádio dos Barreiros. Marítimo e FC Porto decidem entre si quem jogará a final com o Benfica.

O Vitória de Setúbal tinha prometido ir à Luz jogar olhos nos olhos com o Benfica e foi isso que fez. Os comandados de Bruno Ribeiro entraram decididos a fazer frente ao poderoso adversário e causar surpresa, tal como tinham já conseguido em Alvalade.

Publicidade
Publicidade

E a verdade é que até aos 41 minutos, altura em que o árbitro Rui Costa apontou pela primeira vez para a marca de grande penalidade, foi o Vitória de Setúbal que mandou no jogo.

Além da grande penalidade apontada aos 41', e que Talisca não desperdiçou, o Vitória sofreu outro duro revés. Na sequência do lance que deu origem à grande penalidade, Rui Costa ainda expulsou Advíncula, deixando o Vitória a jogar com 10 elementos. E ainda a equipa do Sado se recompunha da primeira grande penalidade e já o árbitro apontava de novo para a marca de castigo máximo. Desta vez foi Paulo Tavares a derrubar Talisca, após uma perda de bola infantil da defensiva setubalense.

Talisca cedeu o lugar na marcação do penalti a Pizzi e o internacional português não desperdiçou, fazendo o segundo do Benfica, resultado com que se chegou ao intervalo.

Publicidade

Tudo estava resolvido. O Benfica vencia por 2-0, a jogar em casa, e ainda dispunha de mais uma unidade em campo.

O segundo tempo foi jogado praticamente no meio campo do Vitória. O Benfica, ainda que se movimentasse com enorme lentidão, dominou por completo e dispôs de várias oportunidades para aumentar a vantagem. Só as conseguiu concretizar uma vez por Jonas, aos 73 minutos. Nas restantes, a falta de precisão, os ferros e mesmo o guarda-redes Lukas Radler, com uma mãos cheia de grandes defesas, impediram que o resultado se avolumasse.

O Benfica terá agora que aguardar pelo dia 2 de Abril, quando o Marítimo receber o FC Porto para saber quem encontrará na final, a sexta dos encarnados em oito edições da prova. #Futebol