Rose terá de efetuar mais um cirurgia ao joelho direito. Descrença e tristeza depois de todo o trabalho de reabilitação ao longo das últimas duas temporadas e meia. O base dos Chicago Bulls será novamente operado ao joelho direito. O rompimento do menisco é a mesma lesão que sofreu em novembro de 2013 contra os Portland Trail Blazers. Rose rasgou o ligamento cruzado do joelho esquerdo no jogo 1 dos 2012 playoffs contra o Philadelphia, a partir daí foi um longo caminho para a sua reabilitação. Ontem ficou-se a saber que Derrick Rose terá que fazer nova cirurgia.

O MVP da época de 2011 perdeu as temporadas de 2012 e 2013, e jogou apenas 10 jogos antes da lesão no joelho direito na temporada passada.

Publicidade
Publicidade

Os Bulls e Rose decidiram fixar o menisco em vez de cortar a parte danificada com o objetivo de prolongar a carreira de Rose, mas é um risco. Este tipo de lesão normalmente limita muito a disponibilidade atlética dos jogares, em particular na NBA pois é uma liga muito exigente ao nível físico. A maior parte dos atletas com este tipo de lesão acabam por se retirar mais cedo ou não conseguir contribuir com eficiência.

O jogador de 26 anos, até à data tinha uma média de 18,4 pontos e 5,0 assistências em 46 jogos nesta temporada. É unânime na liga que esta situação de Derrick Rose irá limitar o desempenho dos Bulls no decorrer da época, agora que estavam numa fase em que venceram seis das sete partidas e pareciam estar a ganhar força depois de um momento difícil.

É um duro golpe para os Chicago Bulls e para o Derrick Rose, que terá de passar por todo o processo de recuperação novamente e até pôr a sua carreira em risco.

Publicidade

Alguns dos seus amigos e colegas de profissão já enviaram força a Rose, em como ele conseguirá passar mais esta fase da sua vida. "Derrick terá todo um processo pela frente mas desta vez mais delicado, estamos a torcer por ele", disse o base dos Oklahoma Russell Westbrook, que teve três cirurgias para reparar um rompimento do menisco. Também LeBron James e Paul George enviaram palavras de força a Rose.

Os Bulls não serão reembolsados ​​pelo seguro, uma vez que existem apenas 25 jogos restantes nesta temporada. Equipas da NBA são reembolsadas ​​por lesões se um jogador perde 41 jogos consecutivos com a mesma lesão, que não foi o caso de Rose esta época. Nas últimas três temporadas, os Chicago Bulls pagaram a Derrick Rose cerca de 53 milhões de dólares e o jogador esteve duas temporadas e meia lesionado, contudo os médicos de Chicago e toda a organização já informaram que irão dar todo o apoio a Rose e juntos optaram pela melhor opção para o seu futuro na NBA.