Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro nasceu no Funchal, na bela ilha do Madeira, a 5 de Fevereiro de 1985. Faz hoje 30 anos que nasceu aquele que é, muito provavelmente, o melhor jogador português de sempre e um dos melhores do mundo. Actualmente a jogar no Real Madrid em Espanha, Cristiano Ronaldo desde cedo sonhou ser jogador de #Futebol com a ambição de ser o melhor do mundo. Conseguiu por três vezes, de acordo com a FIFA: venceu a Bola de Ouro em 2008, 2013 e 2014

Contudo, o avançado português ganhou mais do que isso. Ganhou o respeito e admiração dentro e fora de campo. E um pouco por todo o mundo é visto como um exemplo, não só a nível profissional mas também no campo pessoal, onde é visto como alguém a ter em conta dada a sua disponibilidade para ajudar crianças ou instituições, a terem um futuro próspero.

Publicidade
Publicidade

Vamos à história. O ano de 1993 marca o ingresso do CR7 no Andorinha, clube no qual começou a jogar. Dois anos depois estava a defender as cores do Nacional da Madeira. Por aí ficou até meados de 97, a evoluir nos júniores do emblema rubro-negro. Nesse mesmo ano vem viver para Lisboa, vestindo a camisola do Sporting Clube de Portugal, a cuja equipa principal chega na época de 2001/2002. Disputa trinta e um encontros e faz o gosto ao pé por cinco vezes.

Contudo, é o dia da inauguração do novo Estádio Alvalade XXI que marca a mudança a todos os níveis na vida de Cristiano Ronaldo. Falamos do dia 6 de Agosto de 2003, num célebre jogo amigável que serviu para abrilhantar a inauguração do já citado recinto desportivo, que o prodígio luso mostrou toda a sua magia diante do poderoso Manchester United.

Publicidade

A exibição de Ronaldo foi de tal ordem que os jogadores do emblema inglês pediram ao treinador, Sir Alex Ferguson, a contratação imediata do então camisola 28 dos leões. O técnico escocês fez a vontade e em boa hora o fez, até porque o avançado português ajudou os Red Devils a ganhar tudo o que havia para ganhar no mundo do futebol. Com a camisola do Manchester Ronaldo marcou 118 golos, em 292 partidas disputadas.

Estamos a 11 de Junho de 2009 e, após muita especulação, o Real Madrid chega a acordo com o Manchester United para a transferência de Cristiano Ronaldo a troco de 94 milhões. O internacional português tornou-se, naquela altura, a mais cara contratação de sempre na história do futebol mundial.

No clube merengue, o então número 7 procura conquistar ainda mais. Neste clube já ganhou tudo o que havia para ganhar, com especial destaque para a conquista da "la décima" Liga dos Campeões em 2014, troféu que o Real Madrid perseguia há muito tempo, numa final ganha no estádio da Luz.

Publicidade

Contudo, Cristiano não se fica por aqui. Quer sempre mais. Jornada após jornada vai batendo recordes e provavelmente irá alcançar o título de melhor marcador de sempre da história do Real Madrid. Raúl, ao serviço do gigante espanhol entre 1994 e 2010, tem 323 golos apontados, enquanto Di Stéfano, o segundo desta lista ,marcou por 308 ocasiões, entre 1953 e 1964. Cristiano Ronaldo veste a camisola branca desde 2009, e por isso este recorde será amplamente batido em breve, disso ninguém tem dúvida. Desta forma, ficará na história do futebol mundial e em particular deste clube, que tem uma história enorme, quase sem paralelo no mundo.

É assim Cristiano Ronaldo aos 30 anos. Um talento puro do futebol mundial que "fez das tripas, coração" para conseguir os seus objectivos. Se não fosse o seu trabalho e dedicação dificilmente chegaria a este patamar. Ronaldo já conseguiu o que todos sabemos mas certamente que não ficará por aqui, e nós felizmente estamos vivos, para ver, ouvir e sentir essas emoções que o internacional português transmite cada vez que toca numa bola, e faz um golo ou um passe decisivo. Parabéns e feliz aniversário, Ronaldo!