Num jogo pragmático a todos os níveis, os leões foram superiores, chegando mesmo a ficar em vantagem. Contudo, o #Benfica marcou, empatando o jogo mesmo sobre o apito final, saindo de Alvalade a sorrir com a obtenção de um precioso ponto, que pode ser útil na luta pelo título da 1ª Liga portuguesa (agora designada liga NOS). O golo do #Sporting foi apontado, ao minuto 86, por intermédio do defesa esquerdo Jefferson. O também defesa, e brasileiro, mas do lado do Benfica, Jardel marcou mesmo no final da partida o golo do empate.

O empate acaba assim por sorrir a um Benfica que foi apático durante toda a partida, em que a formação leonina foi superior apesar de não deslumbrar.

Publicidade
Publicidade

O primeiro tempo fica marcado por um nulo sem boas memórias para as duas equipas. Não houve golos, e nenhuma das equipas criou grandes oportunidades. Ainda assim, a formação leonina esteve mais perto do golo, mas só em lances de bola parada.

Durante a segunda parte, houve mais emoção e os já referidos golos de parte a parte. Os comandados de Marco Silva estiveram mais ofensivos mas sem criar situações de perigo na baliza do guardião brasileiro, Artur Moraes. Já o outro guarda-redes do encontro, Rui Patrício, teve uma noite com muito pouco trabalho apesar do golo sofrido nos instantes finais do jogo.

Desta forma, o Benfica sai feliz do dérbi que foi disputado em Alvalade, apesar do encontro ter acabado com um empate a uma bola. A equipa orientada por Jorge Jesus foi mais pragmática, deixando a ideia que as suas pretensões não seriam mais do que um empate, daí terem acabado o jogo diante do rival Sporting a festejar de forma efusiva.

Publicidade

A equipa verde e branca atacou mais vezes sem nunca criar um grande número de oportunidades para marcar um golo; porém, esteve mais perto de o fazer. Jefferson marcou o primeiro tento da partida quanto o relógio marcava 86 minutos de jogo. Jardel restabeleceu a igualdade no último minuto do jogo. Acabando a partida com um empate amargo para os leões e com sorrisos para o lado encarnado.

O Sporting alinhou inicialmente com Rui Patrício; Cédric, Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo e Jefferson; João Mário, William Carvalho e Adrien Silva; Nani, Montero e Carrilho. Jogaram também Carlos Mané, Tanaka e Capel.

O Benfica apresentou-se com o seguinte onze: Artur Moraes; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Eliseu; André Almeida, Samaris, Salvio e Ola John; Lima e Jonas. No decorrer da partida entraram Pizzi, Talisca e Derley. #Futebol