Em dia de Assembleia Municipal na Câmara de Lisboa, António Costa afirmou na sessão pública que não tem a "menor dúvida jurídica" sobre o assunto. Assim, no entender do presidente da Câmara de Lisboa, o #Benfica não terá de pagar as taxas urbanísticas no valor de quase 2 milhões de euros. A decisão que foi tomada a 11 de fevereiro, esteve agora em discussão na Assembleia Municipal. O caso ganhou novos contornos, depois de Helena Roseta, vereadora na autarquia, ter afirmado na SIC Notícias que a medida não era para avançar.

As vozes da oposição a António Costa continuam e, durante a sessão camarária, o CDS apresentou uma moção onde pretende que o Departamento Jurídico da Secretaria Geral da Câmara apure a legalidade da medida.

Publicidade
Publicidade

O documento foi aprovado e a averiguação vai avançar. A votação contou com as abstenções do PS e do PSD. Na sequência deste episódio, o presidente da autarquia afirmou não ter dúvidas sobre a legalidade da proposta apresentada.

Desta feita, a medida não conheceu ainda um desfecho e Helena Roseta fez questão de acrescentar mais dados ao processo. Segundo a edição online do jornal Público, a também presidente da Assembleia Municipal de Lisboa, divulgou um relatório onde os valores da isenção das taxas não são de quase 2 milhões de euros, mas sim de 4,6 milhões, contemplando a "TRIU, a Taxa pela realização, manutenção e reforço de infraestruturas urbanísticas".

As afinidades de António Costa ao clube da Luz são conhecidas publicamente e isso tem-lhe valido algumas críticas. A que talvez captou mais atenção pelo tom humorístico foi a de "pombo-correio", da autoria do vereador do PSD, António Prôa.

Publicidade

No entanto, o apoio ao desporto em Lisboa parece ter vindo para ficar. Durante a reunião foi divulgada uma nova informação que pode beneficiar o Sporting. No seguimento desta discussão vai ser debatida em breve uma medida que possibilite ao Sporting a construção de um pavilhão. A questão surge após uma decisão do Tribunal Arbitral que deliberou o pagamento de uma indemnização da Câmara Municipal de Lisboa ao clube de Alvalade.