Jesualdo Ferreira vai orientar o Zamalek do Egito. O treinador, campeão Nacional pelo FC Porto, vai substituir outro português: Jaime Pacheco, também campeão nacional (neste caso pelo Boavista FC). O ex-treinador dos axadrezados saiu há algumas semanas em conflito com a direção do clube. Porém, deixou o Zamalek na liderança do campeonato. Jesualdo Ferreira tem por isso a árdua tarefa de levar a equipa a um título que já lhe escapa há mais de uma década.

Apesar do clube do Cairo pretender que Jesualdo tivesse um contrato válido por uma época e meia, por vontade do veterano treinador, de 68 anos, só vai ficar até ao fim desta temporada.

Publicidade
Publicidade

É a sexta vez que Jesualdo Ferreira emigra, depois de passagens sem sucesso por: Seleção de Angola (1988, FC Rabat (1995-1996); Bordéus (1994-1995, como adjunto de Toni); Málaga (2010); e Panathinaikos (2010-2012). A nível nacional treinou o Rio Maior (1981-1982), o Torreense (1982-1984 e 1986-1990) e a Académica (1984/1985, que foi o primeiro clube que orientou no #Futebol profissional), Atlético (1985/1986), Estrela (1990-1992), Seleção Portuguesa Sub-21 (1996-2000), Alverca (2000-2001), Benfica (2001-2003, antes disso foi treinador adjunto de Toni), Sporting (2013), FC Porto (2006-2010), SC Braga (2003-2006; 2013, sendo o último clube que representou).

O Zamalek vai já no terceiro treinador nesta temporada: primeiro foi o egípcio Hossam Hassan, seguindo-se Jaime Pacheco (embora a preferência fosse Manuel José que brilhou no rival Al-Ahly).

Publicidade

Quando o técnico português chegou ao clube, o gigante do Cairo tinha apenas 3 pontos em 6 jogos. Mas conseguiu recuperar a equipa, e, chegando ao primeiro lugar, nunca mais de lá saiu. Os conflitos tidos com o presidente motivaram a sua saída. Porém promete que um dia ainda vai regressar ao clube.

Zamalek: O Palmarés e a presença portuguesa

Fundado em 1911, é considerado uma das maiores potências do continente africano e o segundo maior clube do país, logo atrás do Al-Ahly. Conquistou 11 campeonatos nacionais, sendo o último em 2003/2004. Tem também 23 Taças do Egito, 2 supertaças do Egito, 15 campeonatos do Cairo, 5 Ligas dos Campeões Africanas, uma Liga dos Campeões afro-asiática, 1 taça das confederações africanas, 3 supertaças africanas, e 2 campeonatos afro-asiáticos.

Os jogadores mais conhecidos que atuaram neste clube foram o nigeriano Emmanuele Amunike (ex-jogador do Sporting e do Barcelona), e os egípcios Mido (que jogou em clubes como Tottenham, Roma, Marselha, ou Ajax, tendo regressado ao Zamalek em 2011 onde ainda joga) e Shikabala (atual jogador do Sporting).

Por este clube já passaram 3 treinadores portugueses: Nelo Vingada (2004). Manuel Cajuda (2006) e Jaime Pacheco (2014). Jesualdo Ferreira será assim o quarto.