Em Portugal, o futebol é o desporto rei, mas existem várias outras modalidades em que é possível encontrar atletas ao mais alto nível, que mostram o seu valor, elevam a nossa bandeira e aos quais deve ser reconhecido o seu valor! Exemplo disso mesmo é a judoca Telma Alexandra Pinto Monteiro, de Almada. Com uma carreira invejável e um currículo auspicioso, na sua primeira participação nos Jogos Olímpicos de 2004 ganhou em Budapeste a medalha de bronze. No ano seguinte 2005, Telma consagrou-se Bicampeã da Europa (Roterdão) e vice-campeã do Mundo (Cairo) com duas medalhas de bronze.

Em 2007 a atleta assinou contrato com Sport Lisboa e Benfica, e em 2008 participou pela segunda vez nos Jogos Olímpicos em Pequim, contudo a experiência não correu bem, acabando derrotada pela chinesa Xian Dongmei.

Publicidade
Publicidade

Em 2009 a mudança de categoria de 52kg para 57kg trouxe Telma de volta às medalhas. No Campeonato do Mundo de Roterdão trouxe a medalha de prata e no Campeonato Europeu, em Tbilisi, conquistou a medalha de ouro. Seguiram-se medalhas de prata no campeonato Mundial em Tóquio, bronze no Campeonato Europeu em Viena e Prata no Campeonato Europeu em Istambul.

Em 2012 Telma é agraciada com o grau de Oficial da Ordem do Mérito pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, que a condecorou pessoalmente nas Comemorações do 10 de Junho. Nesse ano foi a escolhida para ser a porta-estandarte da comitiva portuguesa, na Cerimónia de Abertura dos Jogos Olímpicos. No entanto, essa sua participação não correu nada bem, o que se revelou uma profunda desilusão e frustração para a atleta após trabalhar arduamente durante quatro anos para esta prova.

Publicidade

Mas como nem tudo pode ser mau, nos Europeus de Chelyabinsk na Rússia Telma conquistou a sua quarta medalha de Ouro. No europeu de 2013 em Budapeste Telma conseguiu uma medalha de bronze, e em 2014 voltou a conquistar em Varsóvia uma medalha de ouro, para juntar à medalha de prata que conseguiu no Mundial em Chelyabinsk.

Hoje é a melhor judoca feminina do Mundo nomeada pela Federação Internacional de Judo. A portuguesa Telma Monteiro, com 2136 pontos, superou a francesa Automne Pavia, com menos 26 pontos, sagrando-se assim a primeira classificada no ranking Mundial.