A festa de aniversário de Cristiano Ronaldo após a goleada sofrida no Vicente Calderón continua a dar que falar em Espanha. Desta feita, foi um colega de equipa que criticou o craque português. Toni Kroos foi um dos protagonistas da vitória do Real Madrid em Gerselkinchen. Após o encontro, o médio alemão deu uma entrevista à estação televisiva ZDF na qual abordou todos os temas relacionados com a equipa "merengue", entre eles o badalado aniversário de CR7. "Era um mau momento", disse o centrocampista, campeão do mundo com a Alemanha.

Questionado sobre os últimos resultados da equipa de Carlo Ancelotti, o germânico considerou que "se deve relativizar um pouco tudo o que se diz".

Publicidade
Publicidade

"Só perdemos um jogo, na semana passada. Acredito que muitas equipas estariam contentes se tivessem crises assim", declarou, manifestando-se contudo, receptivo às críticas: "Naturalmente que devemos ser criticados se fazemos uma má partida, como fizemos naquele dia, sem dúvida". "Devemos focar-nos agora no que fizemos contra o Schalke 04. Ganhámos a uma equipa mas também não fizemos o nosso melhor jogo. Sei que temos potencial e podemos fazer melhor", afirmou, sobre a vitória por 2-0 na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Em relação à festa dada por #Cristiano Ronaldo, após os 4-0 impostos pelo Atlético de Madrid, Kroos foi claro. "Estava convidado mas não fui à festa porque já imaginava que algo assim poderia acontecer (risos). Estou a brincar. Agora a sério, não devo falar sobre isto, é a vida privada e cada um deve tomar as suas decisões.

Publicidade

Claro que era um mau momento, depois do 4-0 contra o Atlético, mas era uma festa de aniversário com muita gente convidada e o treinador estava avisado. Não se pode cancelar uma coisa assim imediatamente após um mau jogo", realçou.

O sucessor de Xabi Alonso no Santiago Bernabéu falou também da possibilidade de encontrar a sua antiga equipa (e actual emblema do internacional espanhol) numa das próximas rondas da Champions. "Se acontecer, parece-me bem. Se nos cruzarmos, não terei outro remédio e vou jogar contra eles com vontade", concluiu. #Famosos #Futebol