O Mónaco deslocou-se até Londres, onde venceu por 3-1 o Arsenal num jogo bastante equilibrado. João Moutinho foi titular na formação francesa que surpreendeu tudo e todos com a sua eficácia. Os avançados Kondogbia ao minuto 38, Berbatov aos 53' e Ferreira-Carrasco ao minuto 94, já segunda parte, foram os autores dos golos da vitória. Oxlade-Chamberlain marcou ao 91.º minuto para os londrinos. Todavia, foi o médio internacional português o homem do jogo ao protagonizar uma exibição de galã em terras de Sua Majestade.

O Arsenal alinhou inicialmente com Ospina, Gibbs, Mertesacker, Koscielny e Bellerín; Ozil, Santi Carzola e Coquelin; Giroud, Alexis Sánchez e Welbeck.

Publicidade
Publicidade

Jogaram também Rosicky, Walcott e Oxlade-Chamberlain. Por sua vez, o Mónaco, orientado pelo português Leonardo Jardim, começou o encontro com Subasic; Fabiano, Abdennour, Wallace e Ederson; Touré, Dirar e João Moutinho; Kondogbia, Berbatov e Martial; Kurzawa, Bernardo Silva e Ferreira-Carrasco entraram no decorrer do encontro.

O Leverkusen recebeu e venceu o Atlético de Madrid por 1-0. Em mais um jogo equilibrado a todos os níveis nestes oitavos de final da competição europeia mais importante ao nível de clubes, os alemães tiveram sorte no jogo ao marcarem a meio do segundo tempo. O autor do tento vitorioso foi o médio turco, Hakan Calhanoglu, que rematou para o fundo das redes quando o ponteiro do relógio passava o 57.º minuto da segunda parte. O destaque negativo da noite vai para a expulsão do médio internacional português, Tiago, que saiu do encontro mais cedo por ter visto um duplo amarelo.

Publicidade

O Leverkusen apresentou-se com o seguinte onze: Leno; Spahic, Hilbert, Papadopoulos e Wendell; Bender, Hakan Calhanoglu, Castro e Bellarabi; Son Heung-Min e Drmic. Rolfes, Kiessling e Brandt também participaram nesta partida. Moyà; Godín, Siqueira, Juanfran e Miranda; Tiago, Griezmann, Arda Turan, Gabi, Saúl Níguez e Mandzukic jogaram de início. Raúl, Gámez e Torres também disputaram minutos.

Em suma, o Mónaco deu um importante passo rumo aos quartos-de-final da Liga dos Campeões ao vencer por 3-1 o Arsenal. Em França, o Mónaco terá somente de gerir a partida para seguir em frente. Apesar do Atlético ter perdido na Alemanha, nem tudo está perdido para a formação espanhola, que terá uma palavra a dizer no jogo da segunda-mão que se realiza no seu reduto. #Futebol