Este fim-de-semana teve lugar a 6ª jornada da Liga Portuguesa de Futebol Americano. Porto Mutts, Maximinos Warriors (agora Braga Warriors), Porto Renegades, Maia Mustangs, Crusaders Futebol Clube e Lisboa Navigators foram as equipas que jogaram esta jornada. A vitória sorriu aos Mutts, aos Renegades e aos penta-campeões nacionais, Lisboa Navigators. Se a fase de grupos terminasse hoje Porto Mutts e Lisboa Navigators seriam os líderes do Grupo Norte e Sul, respectivamente. Os Maia Mustangs e Algarve Pirates não passavam à fase seguinte.

Os Braga Warriors receberam no passado sábado, dia 14 de Fevereiro, os Porto Mutts para mais uma tarde de futebol americano.

Publicidade
Publicidade

Infelizmente para a equipa da casa, os Porto Mutts começaram muito cedo a marcar. Pouco passava do kickoff da partida, quando os Mutts marcam os 3 primeiros pontos do jogo por intermédio de um fieldgoal. Seguiram-se mais 3 touchdowns do Porto Mutts, um deles defensivo, até que os Braga Warriors conseguissem responder. Na conversão do ponto extra, um dos jogadores dos Porto Mutts conquista a bola e corre o campo todo com ela, arrecadando assim mais 2 pontos para a sua equipa. Depois do intervalo, os Porto Mutts pisaram mais duas vezes a endzone do Warriors. A partida terminou com o marcador em 36-6, a favor dos Mutts.

No Domingo foi a vez dos Porto Renegades viajarem até à Maia para defrontar os Maia Mustangs. As duas equipas já se tinham encontrado uma vez esta época, a 25 de Janeiro, num jogo que os Renegades ganharam. A equipa da casa queria por isso a vitótia, no entanto viram as coisas complicarem-se logo na primeira parte devido à marcação de um touchdown de corrida por parte dos Porto Renegades.

Publicidade

A partir daí mais ninguém pontuou e foram as defesas de ambas as equipas que mostraram o seu valor. No final, os Renegades venceram por 6-0 os Maia Mustangs.

Domingo foi também dia de jogo para os Lisboa Navigators e os Crusaders Futebol Clube. À semelhança do que acontecia com os Renegades e os Mustangs, que já se havia encontrado esta época, também Navigators e Crusaders já se tinham defrontado nesta 6ª edição da LPFA. Na altura foram os Navigators quem conquistaram a vitória pela margem mínima de 3 pontos, por isso o jogo esperava-se renhido. O momento mais emocionante do jogo deu-se após um touchdown de corrida por parte do jogador Wilson Rocha. Os dois pontos foram bem convertidos e o marcador ditava 20-21 a favor dos Lisboa Navigators. No kickoff seguinte, Pedro Barbosa, dos Navigators, consegue correr o campo inteiro e marcar um touchdown. Em resposta, Daryl Grant, dos Crusaders, faz o mesmo, mas desta vez em sentido contrário. As equipas continuavam assim separadas por 1 ponto. A partir daqui os Crusaders perderam presença e foi vê-los a sofrer pontos atrás de pontos. O resultado final fixou-se nos 48-26, com a vantagem a pender para o lado dos Navigators.