A imprensa espanhola ligada ao Real Madrid, como é o caso do jornal "AS", afirmou hoje que o craque do clube, Cristiano Ronaldo, tem sofrido, desde a sua separação com Irina Shaik, uma fase de "depressão" emocional e física. O joelho esquerdo tem vindo a dar muitos problemas ao português, desde os últimos dois anos, e o medo de agravar essa lesão crónica tem prejudicado a performance do melhor jogador do mundo. A entrar numa fase crucial no campeonato espanhol e na Liga dos Campeões, o clube merengue está preocupado com o estado físico e psicológico de #Cristiano Ronaldo. Depois do rompimento duma relação longa com Irina Shaik e os constantes problemas físicos, principalmente nos seus joelhos, o português está a passar uma má fase profissional, não tendo marcado nos últimos jogos, atípico para o nível "normal" do reconhecido melhor jogador do mundo.

Publicidade
Publicidade

Cristiano Ronaldo está ciente dos seus problemas, admitindo há umas semanas que está a passar uma má fase, mas que iria trabalhar para dar a volta à situação, como fez durante toda a sua carreira profissional. O jornal a "Marca" avança que o craque tem procurado soluções para os seus problemas crónicos nos joelhos, tendo recorrido a um médico que ajudou à recuperação do mesmo problema de joelhos de Rafael Nadal, que depois das operações voltou ao topo do ranking mundial de ténis. Ronaldo e Nadal são grandes amigos e a recuperação total do português poderá passar pelos aconselhamentos do tenista espanhol.

Apesar do rendimento abaixo do habitual de Cristiano Ronaldo, o Real Madrid mantêm a liderança do campeonato espanhol e venceu o último encontro contra o Deportivo. Na Liga dos Campeões, o clube merengue vai defrontar esta quarta-feira o perigoso Shalke 04, encontro que poderá ser decisivo para as aspirações do Real para a revalidação do título europeu.

Publicidade

Cristiano Ronaldo, mesmo não estando a 100%, vai jogar e promete total dedicação e empenho para voltar à sua forma habitual e, claro, aos golos, como tem feito ao longo da sua carreira, sem se ter dado mal até agora. #Futebol