O AC Milan divulgou esta semana um vídeo promocional onde é revelado, pela primeira vez, como e onde vai ser a nova casa dos rossoneri. Com 48 mil lugares sentados, tecto amovível e todos os luxos e modernidades que possam existir, o para já denominado "Milan Stadium" contrasta com o velhinho San Siro. Com traços inspirados, entre outros recintos europeus, no Estádio da Luz, a obra está orçada em 350 milhões de euros.

Num projecto assinado pelo arquitecto Emilio Faroldi, o Milan prepara-se para deixar o Estádio de San Siro, que tem capacidade para 80 mil pessoas e que partilha com o rival da cidade, o Inter de Milão.

Publicidade
Publicidade

Numa medida que visa dotar o clube e os adeptos de melhores condições está também inserida uma visão de marketing, visto que o objectivo passa por rentabilizar um edifício que não será apenas um estádio: "Nós desenvolvemos este projecto assente em temas básicos como a sustentabilidade ambiental, o conceito de uma pequena arena inserida na urbanidade e, obviamente, a facilidade de acessos através de uma rede de transportes públicos. Um estádio, nos dias de hoje, identifica-se muito mais com um simples prédio, como uma 'peça' da cidade e não como um espaço exclusivamente usado para o desporto de 15 em 15 dias", disse o responsável pelo projecto à Gazzetta dello Sport.

Os traços curvilíneos marcam o anel superior das bancadas e Emilio Faroldi assume que o Estádio do #Benfica é uma das inspirações para esta nova casa do Milan: "Nós inspirámo-nos no Emirates do Arsenal em Londres, e também nos estádios de Basileia, do Benfica, do Athletic Bilbao e do Neuchatel.

Publicidade

Estudámos e pesquisamos vários documentos que nos dizem que o papel dos estádios ou das arenas está a mudar na Europa e no resto do Mundo. Estes espaços são cada vez mais usados como áreas pertencentes à cidade onde estão localizados, seja para o desporto, cultura, música, etc. e é isso que queremos como o novo estádio do Milan."

Caso o projecto avance, o emblema milanês abandona o histórico San Siro e desloca-se para fora do centro da cidade, mais concretamente para Portello-Fiera, onde o clube inaugurou recentemente a sua sede. Serão cerca de 350 os milhões de euros investidos numa área que vai contemplar ainda um hotel, parques de estacionamento e restaurantes. A versão final vai ser conhecida em Março. #Futebol