Vinte anos depois de ter sido escolhido no "draft" pelos Timberwolves e depois de sete anos afastado, tendo passado por Boston e Brooklyn, Kevin Garnett foi recebido de volta em Minnesota. Na terça-feira à tarde, Garnett esteve numa conferência de imprensa no Target Center para marcar o seu regresso oficial aos Minnesota Timberwolves. Kevin Garnett apresentou-se com aquele sorriso brilhante para a multidão, ao lado do treinador principal e presidente das operações de basquetebol,  Flip Saunders. Garnett passou as suas primeiras 12 temporadas em Minnesota, onde se tornou uma estrela mundial depois de ter sido escolhido pelos Timberwolves na primeira ronda do "draft" no quinto lugar em 1995.

Publicidade
Publicidade

Garnett não perdeu tempo a recordar esse momentos: "era muito jovem a última vez que estive aqui sentado para me apresentar e entrar na melhor liga do mundo", disse KG.

Aos trinta e oito anos de idade, Kevin Garnett está na sua 20ª temporada na liga. Ele também está no último ano de seu contrato (vai ganhar cerca de 12 milhões em 2014-15) e não se sabe se esta será a sua última temporada. Ele tinha uma média de 8 pontos e 8 ressaltos em 22 minutos por jogo nos Nets. Deixou claro que estes são os seus dias em declínio como atleta, mas está aqui porque vê um grande potencial nos jovens do plantel dos Wolves, que inclui Ricky Rubio, Andrew Wiggins, Zach Lavine, Gorgui Dieng, Shabazz Muhammad e Anthony Bennett, todos com menos de 25 anos. "Existe muito talento nesta equipa", referiu KG, confiante no futuro e feliz em ter sido recebido com carinho pelos seus fãs.

Publicidade

Garnett fez mais de 315 milhões de dólares durante a sua carreira, sendo um dos jogadores de referência da liga. Ganhou um título em Boston, algo que ambicionava muito, tendo até explicado que a saída do Wolves foi mesmo para conseguir ganhar o tão apetecido anel. Agora volta à casa que o fez crescer como jogador e pessoa, com uma ambição de um dia se tornar o dono dos Minnesota Timberwolves, afirmou KG. Glen Taylor é o proprietário dos Timberwolves desde 1994. Taylor, de 73 anos, disse em 2012 que esperava eventualmente adicionar um parceiro minoritário, que poderia vir a suceder-lhe como sócio maioritário.

Para já, Kevin Garnett quer constituir um grupo muito unido, sendo esperado para jogar entre 10 a 20 minutos no seu primeiro jogo de volta ao Target Center, na quarta-feira contra os Washington Wizzards. Ao voltar a Minnesota, KG disse que seria o concretizar do seu conto de fadas, sendo o final perfeito para a sua carreira: voltar à equipa que o escolheu em 1995 para iniciar a sua carreira na NBA.