Escândalo em Madrid, com o todo-poderoso Real a ser batido sem apelo nem agravo pelo Atlético por 4-0. O facto de o jogo ser disputado no estádio Vicente Calderón, do Atlético, não atenua o choque. Cristiano Ronaldo, à imagem do resto da equipa, fez um jogo muito discreto e não mostrou arte capaz de inverter o resultado. Do outro lado, o médio da selecção Tiago fez o primeiro golo dos colchoneros e mostrou que continua em grande forma. Com esta derrota, o Real Madrid mantém os 54 pontos contra 50 do Atlético na frente do campeonato de Espanha de #Futebol, e pode ver o FC Barcelona aproximar-se aos 53 se, amanhã, vencer o Athletic Bilbau.


Os merengues chegaram ao Vicente Calderón com várias baixas, o que poderá ajudar a explicar o fraco resultado. James Rodriguez, Sérgio Ramos, Modric, Pepe e Marcelo não jogaram. Contudo, isso não explica a diferença de ritmo entre as duas equipas desde o início. aos 14 minutos, Tiago marcou um belo golo, num remate de fora da grande aárea. E logo aos 18 minutos, Saúl fez de bicicleta o segundo dos homens da casa.


Até ao intervalo, nada melhorou para os merengues, que poderiam ter sofrido mais 2 ou 3 golos e não fizeram um único remate à baliza defendida por Moya. Na segunda parte, o jogo continuou com a mesma toada. Aos 67 minutos chegou finalmente o terceiro golo, quando o francês Griezmann vulgarizou Varane, e antes do apito final chegou um merecido 4-0, por Mandzukic. Foi o sexto dérbi entre as duas equipas madrilenas esta época, e o Real não conseguiu vencer uma só vez.


No final, Ronaldo era o rosto do desalento. O tribola apontou aos jornalistas que "o Real Madrid não pode perder por 4-0 contra ninguém", e que a equipa não estava nas melhores condições, "fisicamente nem mentalmente." Ronaldo regressou assim da pior forma dos seus 2 jogos de suspensão, castigo aplicado após ter agredido um adversário no jogo contra o Córdova. Já o treinador Carlo Ancelotti resumiu a sua análise do jogo ao facto de "nenhum dos seus jogadores ter feito um bom jogo", sendo necessária uma reacção determinada já na próxima jornada, contra o RC Deportivo da Corunha.