O #Sporting Clube de Portugal publicou nesta terça-feira um comunicado no site oficial do clube, onde anuncia o corte de relações institucionais com o Sport Lisboa e #Benfica. Foi ao final da tarde desta terça-feira (ontem) que foi conhecida esta decisão por parte do clube de Alvalade. O corte acontece após os incidentes sucedidos nos encontros entre os dois emblemas no fim-de-semana que findou, que dizem respeito ao campeonato português de futsal e à 20.ª jornada da Liga NOS. O Conselho Directivo leonino garante, que irá levar estes factos "até às últimas consequências com vista a encontrar os responsáveis de tais actos, que em nada dignificam as respectivas modalidades." 

O comunicado emitido pelo Sporting conta com sete pontos e é assinado pelo Conselho Directivo do clube.

Publicidade
Publicidade

No sábado disputou-se um encontro a contar para o campeonato nacional de futsal, jogado no Pavilhão da Luz, entre as águias e os leões. O descontentamento leonino tem a ver com a faixa exibida pelos adeptos encarnados, que dizia "Very Light 1996". Lembrando assim a morte de um adepto verde e branco, Rui Mendes, na final da Taça de Portugal, atingido por um very-light lançado por um adepto benfiquista. Como se não bastasse, as claques do Benfica ainda entoaram vários cânticos onde se podia ouvir que "amanhã ainda vai haver mais". O Sporting entende que este "comportamento é uma clara ameaça, bem como uma grande falta de respeito e educação", como se pode ler no comunicado.

No domingo, o dia seguinte ao embate no futsal, teve lugar em Alvalade o encontro também entre Sporting e Benfica, mas a contar para a agora denominada Liga NOS, e a respectiva 20ª Jornada em #Futebol.

Publicidade

Após o final do jogo, que terminou com um empate a uma bola, os adeptos encarnados lançaram vários "very lights sobre os adeptos leoninos que estavam na bancada inferior onde estavam os do Benfica; mais um acto inqualificável que dá a ideia de pretenderem repetir o que aconteceu no trágico ano de 1996", continua o comunicado.

No mesmo comunicado, o Sporting reprova e pede alguma contenção e bom senso ao director de comunicação do Benfica, João Gabriel, quando qualifica a denúncia elaborada pelos leões como "um folclore". Desta forma, o Sporting termina o comunicado emitido no seu site, que "em defesa dos valores essenciais para a humanidade, bem como da dignidade sportinguista que só nos resta a partir deste momento cortar relações institucionais com o Sport Lisboa e Benfica. Iremos ainda levar estes casos até às últimas consequências, onde inclui apresentar queixa, custe o que o que custar, nas entidades competentes para resolver da melhor forma estas situações que são, no mínimo, inqualificáveis".