Nem Bruno Uvini, nem Ricardo Costa e muito menos Titi. O tão desejado defesa central pedido por Marco Silva para este mercado de inverno é o jovem Pedro Mendes. A defender as cores dos italianos do Parma, o negócio poderá ser concretizado através de um empréstimo aos leões. Formado na Academia de Alcochete, o central de 24 anos saiu há dois anos a custo zero e em divergência com a administração do #Sporting.

Com os ponteiros do relógio a avançarem a uma velocidade cada vez maior, indicando o fecho da janela de transferências [meia noite desta segunda-feira], o Sporting parece ter encontrado finalmente a solução para o centro da defesa.

Publicidade
Publicidade

Depois de desistirem da contratação de Bruno Uvini do Nápoles, a solução passa também por um central que actua em Itália. Recordamos que o eixo do sector mais recuado leonino tem sido um dos pontos mais deficitários, no que à qualidade diz respeito, e depois da saída de Maurício para os também italianos da Lazio, tornou-se imprescindível a entrada de novas peças para aquela zona do terreno. Depois do "falhanço" da aposta feita em Ewerton, que chegou por empréstimo do Anzhi, mas que só em Março estará com ritmo para entrar em campo, a solução tem passado pelo "menino" da formação Tobias Figueiredo (ontem frente ao Arouca foi titular e apontou um golo), para fazer dupla com Paulo Oliveira, mas Marco Silva quer mais e "exige" a vinda de outro central.

De acordo com os ecos vindos da imprensa transalpina desta segunda-feira, o Sporting já terá contactado o Parma no sentido de abordar um empréstimo até ao final da temporada do defesa português de 24 anos.

Publicidade

Com 11 jogos esta época com as cores do emblema parmesão, saltam à vista as características físicas do jovem central (1,87m e 81kg), que um dia chegou a ser lançado por José Mourinho no Real Madrid.

Preferiu as "liras" italianas aos euros verde e brancos

Saído dos sub-15 do Real Massamá para as camadas jovens do Sporting, Pedro Mendes fez a normal evolução nos escalões de formação dos verde e brancos até ser emprestado de forma consecutiva a Servette (2010/11) e Real Madrid (2011/12), no qual, como já referimos, chegou a ser chamado por José Mourinho ao plantel principal, tendo inclusive entrado na vitória por 3-0 frente ao Ajax em plena Arena de Amesterdão. Com o regresso marcado para a temporada seguinte em Alvalade, a expectável aposta na esperança lusa acabou por não se confirmar, acabando Pedro Mendes, relegado para a equipa B.

Dada a "despromoção" para as segundas escolhas, Mendes prolongou as negociações de renovação com Sporting, acabando por escolher assinar pelo aflito Parma, pondo um ponto final na ligação com os leões, que já ia em 8 anos.

Publicidade

O defesa acabou por sair a custo zero para o clube onde Fernando Couto chegou a fazer história, também como central, deixando os verde e brancos apenas com uma pequena verba referente aos direitos de formação do jogador que chegou a Alcochete com 15 anos.

Agora, dois anos depois da saída para Itália, onde já esteve emprestado ao Sassuolo na temporada passada, Pedro Mendes poderá estar a um pequeno passo de regressar a uma casa onde, a bem da verdade, nunca teve direito a uma real oportunidade. As respostas estão guardadas para as próximas horas, no máximo terá de haver fumo verde até à meia noite de hoje. #Futebol