Terminou de forma abrupta a partida entre Argoncilhe e Sousense. Com 2-1 no marcador para a equipa forasteira, assim que soou o apito final da árbitra, Teresa Vieira agrediu com uma cabeçada Mariana Pereira que caiu no campo pelado do Parque da Concórdia, em Nogueira da Regedoura, Santa Maria da Feira. Em mais um triste episódio que em nada abona o #Futebol nacional, desta feita foi no feminino que ocorreu uma agressão. O caso segue agora para o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, que vai analisar e decidir o castigo a aplicar à jogadora de 40 anos.

Numa partida a contar para a jornada 19 da Série B do Campeonato de Promoção de futebol feminino, tudo parecia estar a correr dentro da normalidade, até que após o derradeiro apito da árbitra Marlene Vieira, a atleta do Sousense "decidiu" agredir à cabeçada a sua adversária.

Publicidade
Publicidade

Num acto que foi gravado por um adepto que captou a agressão através de um vídeo amador, é perceptível a cabeçada que Mariana Pereira de 17 anos e jogadora do Argoncilhe, sofreu por parte de Teresa Vieira de 40 anos do Sousense.

Com a juíza da partida de costas para as duas jogadoras, a defesa do emblema do concelho de Gondomar deixou prostrada no terreno de jogo a jovem jogadora do emblema da casa. O acto irreflectido de Teresa Vieira custar-lhe-á com certeza um severo castigo por parte da Federação Portuguesa de Futebol e poderá ainda prejudicar o seu clube, visto que o Sousense venceu o Argoncilhe por 1-2 e esta agressão pode valer mesmo a pena de derrota ao emblema forasteiro.

A duas jornadas do terminus da fase regular desta Série B do Campeonato de Promoção de futebol feminino, que é liderado com larga vantagem pelo Viseu 2001, a equipa do Sousense segue, para já, no terceiro lugar com 40 pontos, enquanto que o Argoncilhe está no 9º lugar com 8 pontos em 17 partidas realizadas.

Publicidade

Num jogo que se realizou em pleno Dia Internacional da Mulher, a modalidade não saiu favorecida e foi no futebol feminino que aconteceu um triste episódio de mais uma agressão.