O Canadá está em choque com a notícia da morte de Daundre Barnaby. O corredor olímpico canadiano perdeu ontem a vida num exercício de natação realizado no mar junto às praias paradisíacas em San Cristóbal nas Ilhas de Saint Kits. Num anúncio feito pela Federação Canadiana de #Atletismo (FAC), as fortes correntes estão na origem da morte do atleta de 24 anos. Tudo aconteceu durante o estágio que a equipa nacional do Canadá estava a realizar naquela ilha das Caraíbas. A tragédia está a abalar todo o país.

Daundre Barnaby de 24 anos, representou o Canadá nos Jogos Olímpicos de 2012 em Londres e também nos Jogos da Commonwealth no ano passado.

Publicidade
Publicidade

Nascido em Saint Ann na Jamaica, foi desde cedo para a América do Norte onde acabou por se naturalizar canadiano. Depois de competir e defender as cores do Brampton Track Club e do NCAA Mississippi State Bulldogs, acabou por decidir representar o Canadá desde há três anos para cá. Especialista nos 400 metros, Barnaby era visto como uma das esperanças para os Jogos do Rio de Janeiro do próximo ano para a conquista de uma medalha. Rob Guy, director executivo da FAC, já comentou o triste acontecimento: "É com muito pesar que confirmamos a morte de Daundre Barnaby. Era um atleta de nível excepcional e como homem além de jovem era alguém de valores elevados. Em nome da FAC endereço as mais sentidas condolências à família, amigos e companheiros de Daundre."

No mesmo comunicado pode ler-se que Daundre Barnaby foi arrastado pelas fortes correntes que se faziam sentir nas águas daquela praia em Saint Kits.

Publicidade

Os atletas da selecção canadiana realizavam um exercício de natação da parte da manhã quando o malogrado corredor de 24 anos não conseguiu fazer frente à força das águas. Os restantes companheiros ainda tentaram mover todos os esforços para salvar Barnaby, mas sem sucesso. O corpo do atleta acabou por ser resgatado, já sem vida, algumas horas depois por uma lancha da polícia marítima local.

A morte de Daundre Barnaby está a criar uma autêntica onda de solidariedade nas redes sociais, com várias figuras do desporto canadiano a não esconderem a sua tristeza pelo ocorrido.