É este o grande rumor que assombra os adeptos do Barcelona e incendeia as redes sociais em Espanha. O Barcelona, uma das principais equipas do #Futebol espanhol, poderá ser expulso no mínimo durante uma época das competições espanholas. Na origem para tal possibilidade estão as irregularidades detectadas na contração do internacional brasileiro Neymar dos Santos, que levarão o clube para o banco dos réus. Recorde-se que a contratação do capitão da selecção brasileira pelo Barcelona no verão de 2013 foi investigada por suspeita de uma alegada fraude fiscal de mais de 9 milhões de euros.

O "caso Neymar" originou vários problemas internos e externos ao clube catalão, nomeadamente a demissão do seu presidente de então, Sandro Rosell. Porém, poderá ainda por estar para vir o pior dos cenários. Segundo o jornal diário catalão "Mundo Deportivo", o juiz responsável pelo inquérito crime, José Perals, irá pedir como sanções às infracções apuradas pesadas penas de prisão para Josep María Bartomeu (actual presidente) e Sandro Rosell.

Mas, para além desse pedidos de prisão, poderá solicitar o impedimento do F.C. Barcelona de disputar qualquer competição oficial em Espanha, seja a "La Liga", a "Copa Rey" ou a Taça da Catalunha, durante um ou dois anos.

Se o tribunal seguir tal pedido da acusação, o clube de Messi e companhia ficará impedido de jogar qualquer competição doméstica e a única competição que lhe restaria seria a Champions League. As consequências seriam desastrosas não só a nível competitivo, mas também económico, com a perda de milionários patrocínios e a possibilidade de saída das estrelas da equipa.

Na mesma notícia onde anuncia este risco que o clube catalão corre de ser excluído das competições internas, o jornal "Mundo Deportivo" lança ainda suspeitas sobre a verdadeira origem do caso judicial. Segundo o jornal desportivo, afecto ao Barcelona, a alegada suspeita da fraude na contratação de Neymar partiu de um conhecido adepto do clube da Catalunha. Para o jornal catalão, existem no interior do clube suspeitas que por detrás dessa denúncia possam estar elementos ligados ao Real Madrid, movidos pelo facto de o clube de Florentino Perez ter perdido a corrida na contratação do jogador para os seus eternos rivais.