Os famosos bloqueios são uma das armas alegadamente usadas pelo #Benfica de Jorge Jesus nos lances de bola parada ofensivos, o que tem levantado muitas críticas de vários adversários dos encarnados. E o que é afinal de contas um bloqueio? Um lance pode ser designado dessa forma quando um jogador corre na direção de um adversário sem a possibilidade de disputar a bola e com o único propósito de o bloquear.

Ao longo das últimas temporadas os encarnados já alcançaram alguns golos na sequência de bloqueios efetuados pelos seus futebolistas. O exemplo mais recente, de acordo com alguns dos adversários dos encarnados, sucedeu no último Moreirense-Benfica, em que o terceiro golo surgiu na sequência de um lance do género.

Publicidade
Publicidade

Desta vez, quem se refere de forma crítica a este "expediente" utilizado pelo Benfica (e por várias outras equipas) é, nem mais nem menos do que… Pierluigi Collina, o principal responsável pela arbitragem da UEFA. O italiano, antigo árbitro e considerado um dos melhores juízes de todos os tempos, defende que os bloqueios não devem ser permitidos, alertando os árbitros para os punirem com falta.

A opinião foi publicada num artigo do jornal italiano "Gazzetta dello Sport", com Collina a fazer referência a um lance específico utilizado pelo ataque do Benfica, num jogo com o Fenerbahçe, a contar para as meias finais da Liga Europa de 2012/13. Na altura, o juiz que dirigia a partida deixou seguir o lance, sem marcar falta, algo que foi criticado por Pierluigi Collina. Na altura, Lima estava em fora de jogo posicional antes da marcação de um livre, não deixando que um jogador adversário recuasse e disputasse a bola.

Publicidade

"Deve ser assinalada falta sempre que um futebolista tem a única intenção de bloquear um adversário", escreveu o antigo árbitro, que lembrou a Lei 12: "todos os jogadores têm o direito de escolher uma posição no terreno de jogo".

Este género de lances ocorre em bolas paradas ofensivas: pontapés de canto, livres próximos da área e até lançamentos de linha lateral. Recorde-se que o Benfica utiliza sempre o lançamento lateral longo, na direção da área, sempre que se encontra em terrenos adiantados.

Vítor Pereira, antigo treinador do FC Porto, foi um dos principais críticos aos bloqueios utilizados pelo Benfica de Jesus, tendo considerado que os seus jogadores chegaram a marcar vários golos de forma irregular. "O Benfica resolve jogos, uns atrás dos outros, através de bolas paradas e muitas delas precedidas de bloqueios, que são feitos sistematicamente. Vejam com atenção se todas as bolas paradas perigosas do Benfica não são frutos de bloqueio e precedidas de falta", referiu, em março de 2012.

Leonel Pontes, ex-treinador do Marítimo, foi outro dos críticos, alertando para a situação antes do último encontro entre os dois clubes, realizado em janeiro último. #Futebol