É a primeira consequência dos recentes maus resultados no Real Madrid. Iker Casillas, titular absoluto esta temporada nos "merengues", vai perder o lugar para o até então suplente, Keylor Navas. O guardião costa-riquenho treinou esta sexta-feira com a equipa titular, o que pode antever uma mudança entre os postes no emblema da capital espanhola. A partida frente ao Levante será especial para Navas, que assim volta a defender as redes "Blancas" e logo contra o seu antigo clube.

Vindo de duas derrotas seguidas (uma para a Liga Espanhola e outra para a Champions) o Real Madrid somou apenas 3 vitórias nos últimos sete encontros, uma performance que já lhe valeu a perda da liderança no campeonato para o rival Barcelona e ainda um valente susto a meio da semana na eliminatória europeia frente aos alemães do Schalke 04.

Publicidade
Publicidade

Com os maus resultados a juntarem-se às exibições sofríveis, onde são poucos os jogadores que têm apresentado rendimento positivo, eis que Carlo Ancelotti deu um "murro" na mesa e decidiu mexer no seio do grupo. Para já tudo parece indicar que a primeira vítima será Iker Casillas, apenas e "só" o capitão dos "merengues".

Com seis golos encaixados nas últimas três partidas, o guarda-redes internacional espanhol não tem ficado nada bem na fotografia e parece ser, até ver, o elo mais fraco nesta crise na Real casa "Blanca". Depois de ter perdido a titularidade há duas temporadas para Diego López, ainda sob o comando de José Mourinho, também na temporada passada o campeão do Mundo e da Europa pela Espanha passou grande parte dos jogos no banco, com excepção dos encontros da Liga dos Campeões, competição que o Real Madrid venceu, mas em que Casillas comprometeu na final de Lisboa frente ao Atlético de Madrid.

Publicidade

Após um Mundial desastroso, Casillas manteve-se no Santiago Barnabéu e voltou a ter a confiança de Ancelotti que nunca apostou, até ver, no recém-chegado Keylor Navas. Agora tudo parece estar prestes a "cambiar" com o técnico italiano a perder a paciência para os sucessivos erros do guarda-redes e capitão "merengue". A bola vai estar agora do lado do internacional pela Costa Rica, que terá a responsabilidade de manter a sua baliza a zeros e transmitir a segurança que há muito não se vêm nem se sente para os lados de Madrid. #Futebol