Fábio Coentrão voltou às luzes da ribalta depois de ter marcado o golo que ditou a vitória da Selecção Nacional na partida com a Sérvia, por 2-1, colocando Portugal mais próximo do Campeonato da Europa de 2016. O facto de ter sido decisivo na equipa de Portugal contrasta com a época discreta que o lateral-esquerdo tem vivido no Real Madrid, com apenas 14 encontros disputados, e sem qualquer golo marcado, uma vez que o treinador Carlo Ancelotti tem escolhido sobretudo o brasileiro Marcelo para integrar o quarteto defensivo dos "blancos".

Como consequência, Fábio Coentrão já admite mudar de clube, surgindo o Manchester United como possibilidade.

Publicidade
Publicidade

Caso se concretize esta transferência, o internacional reencontrará Di María, antigo companheiro do Benfica, isto se o argentino não sair para o Barcelona ou o PSG: "O Manchester United é um dos melhores clubes do mundo, um clube que admiro muito. Seria uma honra jogar lá", referiu Coentrão, em declarações ao diário O Jogo.

Quatro épocas como merengue

Fábio Coentrão está, aos 27 anos, a completar a quarta época consecutiva como futebolista do Real Madrid, onde sobressaem as conquistas de uma Liga dos Campeões, um Mundial de Clubes, uma La Liga e uma Taça do Rei, depois de duas temporadas no Benfica. Foi depois de ter sido adaptado por Jorge Jesus a defesa-esquerdo, caracterizado por ser bastante ofensivo, que atingiu várias exibições acima da média e conseguiu atrair as atenções do colosso espanhol.

Publicidade

Pela sua aquisição, os merengues gastaram 30 milhões de euros.

O autor do segundo golo, na última partida de Portugal, continua a admirar os encarnados, mas, para já, o regresso à Luz está fora dos seus objectivos. Para trás, está a primeira fase pouco convincente, como jogador do Benfica, depois do contrato assinado em 2007/2008, onde nunca se impôs, tendo sido sucessivamente emprestado ao Nacional, Saragoça e Rio Ave, clube sediado em Vila do Conde, a sua terra natal.

50 jogos à vista

Fábio Coentrão está próximo de somar 50 internacionalizações como internacional português, depois de diante da Sérvia ter disputado o 48º encontro por Portugal. Na Selecção Nacional, regista cinco golos marcados. #Futebol