O FC Porto recebeu e venceu, no Dragão, por 3-0 um #Sporting que nunca conseguiu dar réplica em todo o jogo. Com uma exibição personalizada, Julen Lopetegui surpreendeu tudo e todos com a entrada no onze inicial do médio brasileiro Evandro, no lugar do lesionado Óliver. E em boa hora o fez, dado que o jogador, contratado no início da presente época ao Estoril-Praia, deu boa conta de si, o que valeu à equipa da casa o controlo quase total durante os 90 minutos. O espanhol Tello foi a figura do encontro ao assinar os três golos do FC Porto nesta partida.

O primeiro tempo ficou marcado por um certo ascendente azul e branco sobre uns leões que entraram nesta partida de forma muito dócil.

Publicidade
Publicidade

Todavia, o primeiro golo só apareceu à passagem da meia hora de jogo por intermédio do jogador emprestado pelo Barcelona ao FC Porto, Tello. Neste golo salta à vista a assistência magistral do avançado colombiano, Jackson Martinez para o espanhol que teve toda a facilidade do mundo para bater o guardião leonino, Rui Patrício.

A segunda parte foi mais do mesmo. Os portistas a carregar e a formação leonina a ceder. Foram várias as ocasiões junto da baliza de Rui Patrício, que com alguma ajuda dos seus defesas ia sacudindo a pressão. Mas como se costuma dizer: "tantas vezes o cântaro vai à fonte que que alguma vez deixa lá ficar a asa" e assim foi. Jackson voltou a assistir, e mais um vez Tello fez o gosto ao pé ao assinar o seu segundo golo na partida e o segundo golo dos Dragões do jogo, aos 58 minutos.

Publicidade

A oito minutos do fim do encontro, o endiabrado Tello correu e correu quilómetros para marcar pela terceira vez neste encontro, fazendo desta feita o resultado final numa partida em que só deu FC Porto. Tello com este hat-trick alcançou a marca de 5 golos no campeonato.

Os Dragões comandados por Julen Lopetegui entraram inicialmente com Fabiano; Danilo, Marcano, Maicon e Alex Sandro; Casemiro, Evandro e Herrera; Brahimi, Jackson e Tello. Jogaram também Ricardo Quaresma, Ruben Neves e Martins Indi.

Marco Silva escalou o seguinte onze verde e branco: Rui Patrício; Cédric Soares, Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo e Jonathan Silva; William Carvalho, João Mário e Adrien; Carrilho, Nani e Fredy Montero. Entraram no decorrer da partida Capel, Slimani e André Martins.

Com o resultado deste clássico, o FC Porto isola-se com o Benfica na luta pelo título nacional, depois destes terem vencido neste sábado, no Estádio da Luz, o Estoril-Praia por 6-0. #Futebol