Depois do triunfo sobre a Geórgia e de uma inesperada derrota para o Cazaquistão, a seleção de futsal de Portugal precisava de vencer, por três ou mais golos, a anfitriã Roménia, de forma a garantir o apuramento direto para o Europeu da modalidade, que vai realizar-se em fevereiro de 2016, na Sérvia. E foi mesmo à justa, em cima da hora: os homens de Jorge Braz ganharam por 4-1 e arredaram cazaques e romenos para o play-off.

Sem Paulinho (lesionado) e Cardinal (castigado), pressionada pela obrigação de vencer e pelo público que encheu o pavilhão de Calarasi, a equipa portuguesa entrou bastante pressionante, rematando bastante (as estatísticas finais ficaram em 50 remates para Portugal e 17 para a Roménia), mas esbarrando sempre no guardião Iancu.

Publicidade
Publicidade

Só a dois minutos do final da primeira metade é que a formação das quinas conseguiu inaugurar o marcador. Fábio Cecílio e Ricardinho combinaram bem à entrada da área e o número 10 de Portugal deu para Pedro Cary encostar para o primeiro golo.

Dado que os romenos precisavam de pelo menos um empate para se apurarem diretamente para a fase final do Europeu, a equipa da casa surgiu mais afoita no início da segunda parte, mas sem criar perigo. Assim, foi mesmo Portugal a aumentar a vantagem, com dois tentos de rajada do inevitável Ricardinho. No minuto 27, o "mágico" português rematou de bico para o canto direito do guarda-redes Iancu, fazendo o 2-0. Bola ao centro, Ricardinho recupera e, isolado, faz o 3-0. Entre um e outro golo só passaram 5 segundos.

Pouco depois de Portugal ter garantido a vantagem de que necessitava, a Roménia reduziu por Csoma, numa jogada em que a bola passou por todos os jogadores romenos.

Publicidade

Já a jogar numa situação de cinco para quatro, e a pouco mais de um minuto do final, um remate de Tiago Brito, à entrada da área, deu o 4-1 aos portugueses e o respetivo apuramento direto para uma competição onde, como sempre, a formação lusa tem legítimas aspirações à conquista de um inédito troféu.

Ficha de jogo:

Portugal 4-1 Roménia (Pedro Cary, Ricardinho (2) e Tiago Brito; Csoma)

Portugal: Vítor Hugo, Pedro Cary, João Matos, Ricardinho e Fábio Cecílio

Banco de suplentes: Bebé, André Sousa, Arnaldo (C), Bruno Coelho, Tiago Brito, Djô e Mário Freitas

Treinador: Jorge Braz

Roménia: Iancu, Marius Matei, Lupu, Stoica e Csoma

Banco de suplentes: Tonita, Florin Matei, Movileanu, Dobre, Raducu, Panzaru, Szocs, Ignat e Manya

Treinador: Zoltan Jakab #Euro2016