Foi com o pé direito que Portugal entrou na fase de qualificação para o Campeonato da Europa 2016. Naquele que foi o 100º jogo oficial da equipa nacional, os seleccionados de Jorge Braz mostraram desde os primeiros segundos da partida que eram superiores à Geórgia e pecaram apenas no tempo que demoraram para inaugurar o marcador. Cardinal abriu a “lata” a caminho dos 10 minutos e depois foi sempre a somar. A equipa das Quinas entra a vencer e espera agora pelo desfecho da outra partida do grupo que vai opor Roménia e Cazaquistão.

Com um cinco inicial composto por Bebé, João Matos, Paulinho, Pedro Cary e Ricardinho, Portugal desde cedo demonstrou que queria resolver rapidamente a partida, demonstrando, no entanto, alguma ansiedade na arte de finalizar.

Publicidade
Publicidade

Com várias ocasiões na cara de Kepaschwili, os jogadores lusos conseguiram perceber que não bastava apostar no pressing alto, eram precisos também ataques continuados e foi assim que Cardinal, a passe de Arnaldo inaugurou o marcador em Calarasi, na Roménia. Como se diz na gíria, o que custou foi mesmo entrar o primeiro golo, porque a partir daí Portugal marcou outros quatro tentos ainda antes do intervalo com Bruno Coelho, Djô e Ricardinho a bisar.

Com 5-0 no marcador, Jorge Braz rodou de forma mais constante os jogadores no segundo tempo, onde a selecção da Geórgia tudo tentou para marcar pelo menos o golo de consolação mas esbarrou sempre na falta de pontaria ou nos guardiões lusos. Com o tempo a correr a favor da equipa das Quinas e com o “gás” a escassear para o lado dos adversários, Pedro Cary e Paulinho ainda tiveram tempo de ampliar a vantagem, deixando o marcador num 7-0.

Publicidade

Com este resultado, Portugal lidera à condição o Grupo 7 de qualificação para o Campeonato da Europa 2016 que se vai jogar na Sérvia, ficando à espera do outro jogo da ronda inaugural que vai opor Roménia e Cazaquistão. A equipa das quinas reentra em quadra já amanhã, quinta-feira, dia 19, às 13h45 para defrontar a formação cazaque.

Ficha de jogo:

Portugal 7-0 Geórgia (Ricardinho (2), Cardinal, Bruno Coelho, Pedro Cary, Paulinho e Djô)

Portugal: Bebé, João Matos, Paulinho, Pedro Cary e Ricardinho

Banco de Suplentes: André Sousa, Vítor Hugo, Fábio Cecílio, Arnaldo (C), Bruno Coelho, Djô, Mário Freitas, Tiago Brito e Cardinal.

Treinador: Jorge Braz

Geórgia: Kepaschwili, Nishnianidze, Dzabiradze, Altunashvili e Todua

Bancos de suplentes: Bukia, Chanukvadze, Lukava, Sebiskveradze, Maisaia, Bobokhidze, Jvarashvili e Zedelashvili.

Treinador: Arsen Kvantaliani #Euro2016