Não está a correr bem a experiência de Alex Silva no São Bernardo #Futebol Clube. O defesa central e irmão do capitão do Benfica, Luisão, não reagiu da melhor forma aos insultos dos adeptos dos "Tigres" depois da derrota por 3-0 frente ao Osasco Audax e foi pedir satisfações à "torcida" que estava à porta do estádio. Com os ânimos mais exaltados, o central de 29 anos nega que se tenha envolvido em cenas de pancadaria, mas não faltou muito para que chegasse a vias de facto. Estas atitudes já foram reprovadas pelo clube, que suspendeu o atleta, colocando-o a treinar à parte. O presidente do São Bernardo admitiu que, caso surja alguém interessado, pode levar o central que em tempos chegou a estar na agenda do Sporting.

Publicidade
Publicidade

A viver um dos momentos mais negativos da carreira, Alex Silva apostou todas as fichas na sua ida para o São Bernardo. A disputar a série A1 do Campeonato Estadual de São Paulo (Paulistão), o objectivo passaria por atacar a segunda fase da competição e mostrar que ainda está em condições de retomar os tempos em que era titular na defensiva do São Paulo. No entanto, tudo está a acontecer ao contrário e o irmão de Luisão arrancou com uma lesão prolongada que lhe tirou ritmo de jogo e espaço no plantel. Agora, com apenas duas vitórias e um empate em sete partidas, os "Tigres" ocupam o último lugar do Grupo A do Paulistão, o que tem motivado fortes críticas por parte da massa adepta do clube paulista.

A gota de água terá sido a pesada derrota por 3-0 no passado fim-de-semana frente ao Osasco Audax, que levou Alex Silva a ir falar com a "torcida".

Publicidade

O central, que até chegou a ser internacional A pelo Brasil por duas vezes, afirma que a intenção foi abordar os adeptos para "defender o grupo e o treinador", mas a conversa descambou e por pouco que não terminou em cenas de pugilato. Numa reacção com direito a conferência de imprensa, Luiz Fernando Teixeira, presidente do São Bernardo, confirmou que Alex Silva está a treinar à parte e que o destino do central pode ser mesmo a saída do clube: "O Alex não veio para ser um problema. O que fez em Osasco foi uma falta de respeito com os nossos adeptos, algo que não pode acontecer e que eu nunca aceitarei. A atitude dele expôs-me, expôs o clube, direcção, todos. Decidimos afastá-lo, está a treinar à parte e caso algum clube esteja interessado, vamos libertá-lo", disse na presença da comunicação social local.

Descontente com a decisão está, obviamente, Alex Silva, que já reforçou a sua inocência, não compreendendo o castigo aplicado: "Quando estive no São Paulo chegava a ir treinar directo da noite, isto quando ia treinar. Aqui só joguei por 3 vezes, nunca faltei a nenhum treino e fui o que menos oportunidades tive. Fui falar com os adeptos porque tinha outras propostas e decidi ficar no São Bernardo e achei que estava a ser injustiçado. Agora fazem-me isto", afirmou, revoltado, o irmão de Luisão, que agora deve sair para outro clube do futebol brasileiro.