Já não é a primeira vez que lê algo do género. Sim é verdade, Mário Jardel está de volta aos relvados depois de pendurar as chuteiras. Sem jogar (oficialmente) desde 2011 quando representou os búlgaros do Cherno More, o goleador, que somou passagens gloriosas por FC Porto e #Sporting, parece estar apostado em dar uma "perninha" no desconhecido Esporte Clube de Tiarajú. Com 41 anos e após ter sido eleito deputado federal, volta a tentar a sua sorte onde já foi feliz: no relvado.

Os últimos anos de Jardel foram uma espécie de "caixinha" de surpresas. Desde o há muito anunciado final de carreira, à aposta em ser treinador do FC Porto e mais recentemente como candidato a deputado federal no Rio Grande do Sul - foi eleito para ocupar um dos 55 lugares da Assembleia Legislativa daquele Estado - o em tempos idolatrado e chamado de Super-Mário está de novo no centro das atenções, isto porque, e agora com 41 anos, foi apresentado como o mais recente reforço do Tiarajú.

Publicidade
Publicidade

O convite surgiu numa reunião entre o presidente do clube e o então deputado. Leandro da Silva Correa terá levado uma camisola oficial do Tiarajú para oferecer a Jardel, que aceitou na hora o desafio de voltar a jogar.

Com um percurso no #Futebol português marcante, onde apontou golos sem conta com as cores do Futebol Clube do Porto e do Sporting, Mário Jardel sempre foi um jogador que deu nas vistas, ora por bons ou maus motivos. O seu vício pelo jogo acabou por arruinar uma carreira que roçou a perfeição em 1999 e em 2002, quando conquistou a Bota de Ouro como melhor marcador dos campeonatos europeus.

Agora com 41 anos, a equipa da zona da várzea de Gravataí de Cachoeirinha, perto de Porto Alegre, está com as expectativas em alta para voltar a ter grandes assistências nos jogos em casa e, quem sabe, festejar e muito com os dotes goleadores de Mário Jardel.

Publicidade

Porque, como diz o outro, apesar da idade e dos quilinhos a mais, quem sabe não esquece e o ADN de Jardel é dentro da área a "voar sobre os centrais", tal como um dia escreveu Rui Veloso. #F.C.Porto