A qualificação para o Europeu de #Futebol que se vai realizar em 2016, na França, ficou mais uma vez marcada por um triste episódio. O jogo que se realizou nesta noite de sexta-feira, dia 27 de Março, entre as selecções de Montenegro e da Rússia foi interrompido aos 67 minutos de jogo devido a distúrbios. O jogo não começou da melhor maneira e esteve interrompido logo aos 15 segundos quando o guarda-redes Russo, Akinfeev, foi atingido por uma tocha arremessada das bancadas por adeptos do Montenegro. O guarda-redes foi assistido e teve que ser substituído devido aos ferimentos deste incidente. O jogo esteve interrompido por mais de 30 minutos, mas com os ânimos a serenar acabou por ser retomado.

Publicidade
Publicidade

Ao intervalo os distúrbios voltaram às bancadas e o recomeço da segunda parte acabou por sofrer atrasos. Já no decorrer da segunda parte, é assinalado um penalti a favor da Rússia, muito duvidoso, de acordo com alguns comentadores, que acabou por ser desperdiçado por intermédio de Shirokov. Após este falhanço continuaram a chover objectos para o relvado em catadupa e o árbitro deu por terminado o encontro quando ainda faltavam mais de 20 minutos para se jogar. O resultado marcava um empate 0-0. Mesmo após o final da partida, ainda se ouvia o rebentamento de petardos nas bancadas.

Este não foi o primeiro incidente grave a marcar esta fase de qualificação. No grupo de Portugal aconteceram episódios tristes durante um encontro entre Sérvia e Albânia. Os graves confrontos registados quer nas bancadas, quer no relvado, ditaram o fim precoce da partida e mão pesada da UEFA quanto aos castigos a aplicar às duas selecções.

Publicidade

Ambas as equipas foram punidas com uma derrota e com uma multa no valor de 100 mil euros, mas a Sérvia ainda vai ter que cumprir dois jogos à porta fechada. Apesar do resultado destes castigos beneficiar a Selecção Nacional Portuguesa, certamente não é por esta via que Portugal pretende garantir o apuramento para esta importante competição. Fica agora o desejo de que estes episódios não se voltem a repetir.