Jonas está, claramente, a atravessar o melhor momento no #Futebol europeu, tendo ultrapassado frente ao Sp. Braga a melhor marca pessoal no Velho Continente. Apontou o 20.º golo da época, mais um do que tinha acontecido nos tempos do Valencia, onde permaneceu durante quatro temporadas consecutivas. O avançado da equipa de Jesus marca há quatro jogos seguidos, com um total de cinco remates certeiros, e, se considerarmos este ciclo de desafios, Ronaldo apresenta um registo inferior. Ou seja, três golos festejados.

Claro que, globalmente, os números do actual melhor jogador do mundo são superiores, uma vez que já marcou 43 golos desde o início de 2014/2015. Voltando, no entanto, aos últimos quatro jogos dos melhores marcadores dos principais campeonatos do Velho Continente, verifica-se que Messi tem, neste ciclo, apenas mais um tento do que Jonas. Na Alemanha, o surpreendente Alexander Meier, que não é ponta-de-lança, soma quatro golos, mais dois do que Lacazette, na França. Jackson Martinez (Portugal), Diego Costa (Inglaterra) e Tevez (Itália) têm apenas um golo nas últimas quatro partidas disputadas.

Caso mantenha este ritmo, Jonas pode, pelo menos, ambicionar a aproximação ao seu melhor registo de sempre, isto é 42 golos, em 2010, como jogador do histórico Grémio de Porto Alegre. Neste clube, a ligação durou seis temporadas, incluindo a cedência de uma época à Portuguesa. O internacional brasileiro actuou, ainda, durante duas épocas no Santos e outra no Guarani.

Continuação no horizonte

Jonas mostra-se perfeitamente adaptado ao Benfica e já equaciona continuar ligado ao clube da Luz: "Gostaria de ficar mais tempo na Europa, antes de um dia voltar ao Brasil. A minha ideia é ficar mais três ou quatro anos aqui e depois acabar a carreira perto da família. Se pudesse ficar aqui no Benfica, então será fenomenal", afirmou o ponta-de-lança, em declarações à SporTV do Brasil.

Com este ritmo infernal, já se torna legítimo o sonho do tão ambicionado regresso à selecção do Brasil, na qual regista 2 golos, em oito partidas disputadas.